Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade da fosfoetanolamina sintética em melanoma murino experimental

Processo: 10/14058-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Gabriela Silva Bisson
Beneficiário:Luciana Chain Veronez
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Imunopatologia   Melanoma   Fosfoetanolamina   Neoplasias cutâneas   Antineoplásicos

Resumo

O melanoma, o câncer de pele mais fatal cuja incidência tem aumentado rapidamente, se desenvolve a partir de transformações malignas nos melanócitos. Por sua baixa resposta aos tratamentos tradicionalmente adotados como quimio e radioterapia, o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas é de particular importância. Embora estudos tenham demonstrado efeitos anti-tumorais promissores da fosfoetanolamina (PEA) sintética, os mecanismos pelos quais eles ocorrem são desconhecidos. O objetivo deste trabalho é avaliar a atividade da PEA sintética em melanoma murino experimental (células B16F10 implantadas em camundongos C57BL/6). Os animais serão tratados com PEA (2.5, 5 e 10mg/ml) via oral durante 20 dias consecutivos ou com PBS somente (controle negativo). Ao término dos tratamentos, os animais serão sacrificados, os tumores dorsais analisados, as lesões macroscópicas internas (metástases) identificadas, medidas e fotodocumentadas. Amostras dos tumores dos diferentes grupos experimentais serão processadas para análises imunohistoquímicas, através das quais serão verificadas a proliferação e morte das células tumorais e a presença de infiltrado de células imunes (macrófagos e linfócitos) em associação com o tecido canceroso. Células de linfonodos poplíteos e/ou baços serão isoladas e após estimulação in vitro, as citocinas pró- ou anti-inflamatórias produzidas serão dosadas nos sobrenadantes dessas células. O sangue também será coletado e utilizado para análises hematológicas. (AU)