Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da diversidade do locus b de incompatibilidade sexual em diferentes isolados de Sporisorium scitamineum, agente causal do carvão da cana-de-açúcar (Saccharum Spp)

Processo: 10/19119-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Claudia Barros Monteiro Vitorello
Beneficiário:Daniel Prezotto Longatto
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Carvão   Sporosorium scitamineum

Resumo

O carvão, uma das doenças mais importantes que acometem a cana-de-açúcar, é causado pelo fungo basidiomiceto Sporisorium scitamineum. Como todas as espécies causadoras de carvão em gramíneas, S. scitamineum é dimórfico (variando entre uma fase leveduriforme haplóide e uma fase micelial dicariótica ou diplóide) e biotrófico. O ciclo sexuado do fungo S. scitamineum só se completa na planta hospedeira, no entanto, o crescimento vegetativo é rápido e facilmente obtido em meio de cultura artificial. A infecção e desenvolvimento da doença é resultante do cruzamento de duas linhagens haplóides dentro do hospedeiro, que culmina na interferência no metabolismo da planta, gerando um estrutura em forma de chicote (composto de tecido vegetal e tecido do fungo) que abriga os teliósporos diplóides. Somento a fase micelial diplóide ou dicariótica é infecciosa. Em espécies de fungo causadoras de carvão, o cruzamento sexuado (mating) e portanto patogenicidade é controlado por dois loci, a e b. A descrição do tipo de reação sexuada (mating-type) nessas espécies data da década de 3 e existem até o momento descritos dois alelos para o locus a e pelo menos 25 alelos para o locus b, em espécies que variam quanto ao sistema de reação sexuada bipolar e tetrapolar. Somente linhagens com alelos diferentes para o mesmo loci são compatíveis, realizam a fusão de hifas e formação do dicário infeccioso. S. scitamineum apresenta sistema bipolar de reação sexula onde foram descritos dois alelos para o locus b (+ e -). O presente projeto tem como objetivo avaliar a diversidade genética do locus b para tipos de reação sexual em Sporisorium scitamineum mediante a coleta de teliósporos presentes em "chicotes" fornecidos por duas das principais unidades de melhoramento genético de cana-de-açúcar do país.