Busca avançada
Ano de início
Entree

Edição e estudo lexical em manuscritos goianos do século XVIII

Processo: 10/52310-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Histórica
Pesquisador responsável:Manoel Mourivaldo Santiago Almeida
Beneficiário:Vanessa Regina Duarte Xavier
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Léxico   Glossários

Resumo

O projeto objetiva fazer a edição conservadora de documentos goianos setecentistas e realizar o seu estudo lexical, evidenciando que léxico e cultura são esferas confinantes. Compõem o corpus da pesquisa setenta e três fólios do códice intitulado "Livro para servir no registro do caminho novo de Parati - Thomé Ignácio da Costa Mascarenhas (1724-1762)", relativos aos anos de 1752 e 1753. A metodologia usada neste estudo consiste, a) nas edições semidiplomática e fac-similar do corpus, segundo as normas constantes em Megale e Toledo Neto (2005), b) na elaboração da lição da história narrada nos documentos, com base em Palacín (1978), Salles (1992) e Souza e Carneiro (1996), c) na composição de um Glossário, a partir da consulta dos vocábulos nas obras lexicográficas de Bluteau (1712-1728), Moraes Silva (1813), Ferreira (2004) e Houaiss e Villar (2001), d) na organização de um índice de Frequência e de Ocorrências dos Itens Lexicais, conforme o modelo de Ferreira et al. (2005), e) no levantamento dos campos lexicais mais representativos da temática do texto, tendo como principal referencial teórico Coseriu (1977), f) na análise da expansão ou retração semântica dos itens, confrontando as acepções constantes em Bluteau (1712-1728), Moraes Silva (1813) e Ferreira (2004) e g) na análise dos campos lexicais, considerando-se a recorrência dos itens no corpus, estreitamente correlacionada à história e à cultura goiana. Com isso, poderemos constituir fontes confiáveis para estudos diversos, especialmente os relacionados à história da língua portuguesa usada no Brasil, assim como obter um inventário lexical que revele propriedades específicas do lugar e da época da escrita dos documentos, além da sua temática. Ademais, será possível observar a expansão ou retração semântica dos itens e em que medida a História e a cultura goianas influenciam este processo. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
XAVIER, Vanessa Regina Duarte. Conexões léxico-culturais sobre as minas goianas setecentistas no Livro para servir no registro do caminho novo de Parati. 2012. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.