Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de alvos vasculares capazes de transpor a barreira hematoencefálica e estudo da diversidade vascular cerebral

Processo: 10/17998-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Ricardo Jose Giordano
Beneficiário:Fenny Hui Fen Tang
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/54806-8 - Identificação de novos marcadores moleculares da retina angiogênica e desenho racional de novos agentes terapêuticos para doenças oculares com um componente vascular, AP.JP
Assunto(s):Cérebro   Peptídeos

Resumo

A sinalização dentro do sistema nervoso depende de um microambiente bastante controlado e dependente de barreiras entre as interfaces sangue e tecido neural. Dentre estas barreiras, a hematoencefálica é considerada a principal responsável por regular as trocas de nutrientes, metabólitos e moléculas inorgânicas entre sangue e cérebro, além de impedir a invasão de patógenos no sistema nervoso central. Por causa desta seletividade, a barreira hematoencefálica é um grande entrave para os tratamentos terapêuticos de diversas doenças do sistema nervoso central, uma vez que impede a transposição dos agentes terapêuticos. O objetivo deste projeto é o de estudar a diversidade vascular cerebral em busca de marcadores moleculares que possam auxiliar em terapias direcionadas para o sistema nervoso central. Este projeto, portanto, tem como objetivos: (1) identificar peptídeos que atravessem a barreira hematoencefálica e (2) estudar a diversidade vascular cerebral. Para tal, vamos utilizar metodologia que dominamos, a tecnologia do Phage Display de peptídeos, a qual permite identificar e isolar peptídeos ligantes de virtualmente qualquer molécula biológica. Devido às características dos peptídeos selecionados por este método, eles possuem ainda o potencial para atuarem como fármacos ou como carreadores de fármacos e, com isso, transpor a barreira hematoencefálica onde podem exercem sua atividade terapêutica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Nova molécula mapeia sistema vascular do cérebro 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias: (41 total)
Mais itensMenos itens
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.