Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de genes cry díptero-específicos em isolados de Bacillus thuringiensis e efeito da radiação solar na toxicidade a larvas de Aedes aegypti (L.) (Diptera: Culicidae)

Processo: 10/17967-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Manoel Victor Franco Lemos
Beneficiário:Naiara Cristina Pulzi Saito
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Diptera   Aedes aegypti   Dengue   Bacillus thuringiensis   Radiação solar   Marcador molecular   Bactérias entomopatogênicas   Bioensaio   Controle de vetores

Resumo

O controle profilático da dengue, doença viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, é feito pelo combate ao vetor, principalmente através do uso massivo de produtos químicos sintéticos. Esse fato tem induzido o aparecimento de populações de mosquitos resistentes, além de ser tóxico para outros animais e para o meio ambiente. Assim, estudam-se alternativas mais viáveis ao controle da endemia, onde destaca-se o uso da bactéria entomopatogênica Bacillus thuringiensis. Essa produz, durante o processo de esporulação, cristais bioinseticidas com subunidades protéicas (Cry) com atividade tóxica, incluindo atividades citolíticas e hemolíticas, contra larvas de insetos-alvos. Para B. thuringiensis var. israelensis, estirpe com letalidade específica para dípteros, os genes codificadores das toxinas são: cry4Aa, cry4Ba, cry10Aa, cry11Aa, cyt1Aa e cyt2Ba. Os cristais produzidos podem, entretanto, ser inativados pela radiação ultravioleta, inviabilizando a aplicação em campo. Através da técnica de PCR, a qual apresenta grande confiabilidade e praticidade de aplicação para este fim, pretende-se buscar, em isolados de B. thuringiensis do Laboratório de Genética de Bactérias e Biotecnologia Aplicada da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, a presença de genes cry e cyt específicos para dípteros; fazer uma seleção de estirpes através da técnica de PCR-RFLP, e verificar a real eficiência dessas em bioensaio com A. aegypti quando as soluções são submetidas à simulação de diferentes intensidades de exposição à radiação solar. Assim, poderão ser buscadas novas alternativas de controle desse vetor, à luz da viabilidade de aplicação de produtos baseados em B. thuringiensis em campo. (AU)