Busca avançada
Ano de início
Entree

Despolimerização de EVA proveniente de resíduos da indústria calçadista

Processo: 10/18725-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Sandro Donnini Mancini
Beneficiário:Thales de Castro Lima
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Resíduos industriais   Indústria calçadista   Polímeros (materiais)   Termoplásticos   Despolimerização   Etileno acetato de vinila

Resumo

A indústria calçadista gera um montante elevado de resíduos, sendo grande parte destes compostos por EVA, o poli[(etileno)-co-(acetato de vinila)], um copolímero muito utilizado na forma de placas expandidas termofixas. Essas placas podem ser recortadas para a fabricação de palmilhas, o que gera aproximadamente 18% de refugos, os quais ainda não possuem soluções adequadas de reaproveitamento e/ou reciclagem. A despolimerização (reciclagem química) do resíduo se apresenta como uma alternativa que pode possibilitar o seu uso novamente como matéria-prima no próprio segmento calçadista. O objetivo deste projeto é dar continuidade aos estudos realizados em 2010, a partir dos quais cinco tipos de EVA foram caracterizados para a verificação de suas potencialidades de reciclagem. Com o resíduo escolhido propõe-se a realização de uma despolimerização visando a quebra das reticulações e aproximação do material da versão termoplástica do polímero, o que facilitaria seu reaproveitamento. (AU)