Busca avançada
Ano de início
Entree

Terminologia de contratos de locação de imóveis: estudo terminológico bilíngue e elaboração de glossário português-francês

Processo: 10/13585-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Lidia Almeida Barros
Beneficiário:Karina Rodrigues
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Terminologia   Terminografia

Resumo

O presente projeto de Mestrado, que se insere no campo de estudos da Terminologia e sustenta nos pressupostos teóricos da Teoria Comunicativa da Terminologia e da Socioterminologia, tem como desenvolvimento a investigação acerca da terminologia recorrente nos contratos de locação de imóveis, aqui entendidos como um tipo de documento que legaliza o acordo entre locador e locatário, regulamentando os interesses de ambas as partes. Os contratos de locação de imóveis são documentos de grande importância para a sociedade, visto que muitas pessoas precisam recorrer à locação para garantir a própria moradia. Nesse sentido, estudar a terminologia desse tipo de documento é de relevância para a comunicação entre locador e locatário. De fato, é fundamental que as partes compreendam o conteúdo do contrato que assim e saibam, com clareza, seus direitos e deveres. Estudos sobre a terminologia desse tipo de documento podem colaborar para essa compreensão, como comprova a dissertação de Mestrado de Marcio Henrique Pereira, intitulada A terminologia jurídica: óbice ao exercício da cidadania?, defendida em 2001 na UNESP de São José do Rio Preto, sob a orientação da Profa. Dra. Lídia Almeida Barros, com o apoio da FAPESP. Nessa dissertação, foram levantados alguns termos da Lei do Inquilinato e do Código do Consumidor e apresentados a diversos informantes com grau de escolaridade e situação econômica diferentes, para se verificar o grau de compreensão do conceito designado por aqueles termos. Resultado: a grande maioria dos informantes demonstrou desconhecer os termos. Mas a necessidade de se recorrer à locação de imóveis não é uma realidade que atinge apenas o Brasil, ao contrário, trata-se de uma realidade globalizada. De fato, nos últimos anos, o Brasil tem sido alvo de interesse de muitos estrangeiros, dentre eles franceses, em busca de locação de imóveis para veraneio ou mesmo em função do grande fluxo de negócios entre esses países. Na região de São José do Rio Preto, por exemplo, onde nos encontramos, diversas fazendas foram arrendadas por empresas francesas do ramo sucroalcooleiro, para a plantação de cana-de-açúcar.Normalmente, a documentação da locação deve ser traduzida para o francês, uma vez que a maioria dos locatários não compreende suficientemente o português jurídico e solicita a tradução do contrato de locação. Nesse sentido, cresce, a cada ano, a demanda de traduções no par de línguas português-francês de contratos de locação de imóveis. Por esse motivo, estudar a terminologia utilizada nesses contratos e elaborar um glossário bilíngue português-francês desse domínio é de relevância social.Esta pesquisa se beneficiará de achados provenientes dos estudos que ora desenvolvemos em nível de Iniciação Científica no âmbito do projeto intitulado Terminologia de contratos de locação de imóveis: estudo terminológico e elaboração de glossário monolíngue português, que recebe apoio financeiro da FAPESP (processo n° 2009/17878-3). A pesquisa de IC tem por objetivo identificar e estudar o conjunto terminológico de maior pertinência ao domínio dos contratos de locação de imóveis no Brasil e elaborar um glossário monolíngue português dos termos de contratos de locação de imóveis. Esse trabalho já se encontra adiantado e até o final de sua vigência (dezembro de 2010) será concluído. Desse modo, nossa pesquisa em nível de Mestrado contará com esses dados como ponto de partida.A partir deste conjunto terminológico, procederemos à busca de equivalentes em língua francesa e elaboraremos um glossário bilíngue português-francês de termos desse tipo de contrato. A busca aos equivalentes se dará por meio de pesquisas em obras de referência em língua francesa, como dicionários especializados, bem como o Código Civil francês e a lei de locação imobiliária de 6 de julho de 1989, que rege essa prática na França. Elaboraremos ainda um corpus de contratos de locação de imóveis em língua francesa para procedermos à busca dos contextos de uso.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RODRIGUES, Karina. Terminologia de contratos de locação de imóveis : estudo terminológico bilíngue e elaboração de glossário Português-Francês. 2013. 323 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociencias, Letras e Ciencias Exatas (Campus de São José do Rio Preto).

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.