Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do ritmo circadiano de temperatura corporal em roedores subterrâneos (Ctenomys cf. knighti)

Processo: 10/03565-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Gisele Akemi Oda
Beneficiário:Patricia Tachinardi Andrade Silva
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cronobiologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cronobiologia | partição | ritmo de temperatura corporal | roedores subterrâneos | tuco-tuco | Cronobiologia

Resumo

Animais subterrâneos passam a maior parte do tempo sem contato com ciclos ambientais externos e, portanto, são de interesse para o estudo de ritmos biológicos. Tendo isso em vista, o nosso laboratório vem realizando a caracterização cronobiológica de uma espécie de tuco-tuco (Ctenomys cf. knighti), roedor subterrâneo endêmico da América do Sul. Durante minha iniciação científica, investigamos e caracterizamos o ritmo diário de temperatura corporal (Tc) dessa espécie. A maior parte dos mamíferos apresenta ritmo diário de Tc e acredita-se que este seja uma adaptação temporal na interação do organismo com um ambiente que apresenta grandes variações diárias e previsíveis de temperatura. Os tuco-tucos passam boa parte do tempo em seus túneis e raramente se expõem a tamanhas variações. No entanto, constatamos, ao menos em laboratório, que os tuco-tucos apresentam ritmo diário de Tc e que este é endógeno e sincronizável, diariamente, pelo ciclo de claro/escuro. Vamos investigar, neste projeto, a inter-relação entre os ritmos diários de Tc e de atividade/repouso nestes animais, seguindo duas direções. Na primeira, vamos investigar a modulação da expressão final do ritmo de temperatura pelos episódios de atividade intensa, o qual não depende do controle circadiano. Na segunda direção, investigaremos se o mesmo marcapasso circadiano do ritmo de atividade/repouso controla o ritmo circadiano de Tc. Para isso, os animais serão mantidos em condições de iluminação que causam o fenômeno "partição da atividade", o que permitirá a abordagem da questão do controle do ritmo de temperatura em animais neurologicamente intactos. Os tuco-tucos são um sistema excelente para esse tipo de estudo, devido à sua grande propensão à partição da atividade, conforme já relatado em outros estudos do nosso grupo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TACHINARDI, PATRICIA; WILKEN BICUDO, JOSE EDUARDO; ODA, GISELE AKEMI; SANDRA VALENTINUZZI, VERONICA. Rhythmic 24 h Variation of Core Body Temperature and Locomotor Activity in a Subterranean Rodent (Ctenomys aff. knighti), the Tuco-Tuco. PLoS One, v. 9, n. 1, . (10/50222-1, 12/15767-2, 08/58687-3, 08/55035-5, 10/03565-0)
FLORES, DANILO E. F. L.; JANNETTI, MILENE G.; IMPROTA, GIOVANE C.; TACHINARDI, PATRICIA; VALENTINUZZI, VERONICA S.; ODA, GISELE A.. Telling the Seasons Underground: The Circadian Clock and Ambient Temperature Shape Light Exposure and Photoperiodism in a Subterranean Rodent. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 12, . (17/16242-4, 10/03565-0, 19/26752-5, 16/25968-6, 17/19680-2, 16/25058-0, 17/22973-1)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Patricia Tachinardi Andrade. Ritmo circadiano de temperatura corporal no tuco-tuco (Ctenomys aff. knighti), um roedor subterrâneo sul-americano. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências (IBIOC/SB) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.