Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do processo de reparação tecidual em úlceras crônicas utilizando curativos de celulose bacteriana pura ou com própolis associados ou não à laserterapia

Processo: 10/12369-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Ana Maria Minarelli Gaspar
Beneficiário:Fernanda Sanchez
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Biomateriais   Laser   Própolis

Resumo

Os gastos públicos com a saúde apresentam considerável impacto em relação ao tratamento de feridas crônicas, pois apresentam alto nível de morbi-mortalidade. Alguns autores descrevem a presença de fatores extrínsecos (pressão, fricção, etc.) e intrínsecos (imobilidade, má perfusão da pele, etc.) ao desenvolvimento das úlceras de pressão (UP). A membrana de celulose bacteriana (CB) é utilizada para tratamento de queimaduras ou úlceras na pele, devido à excelente conformação no corpo, mantendo o meio úmido, reduzindo a dor, acelerando o reaparecimento do epitélio. São comprovados os efeitos antimicrobianos da própolis e da laserterapia de baixa intensidade (LBI), e esta também promove a cicatrização de úlceras, alívio da dor, melhora da circulação local e diminuição da inflamação. Objetivo: Comparar a eficácia da aplicação de curativos de Membrana CB pura ou com própolis, associados ou não a aplicação de LBI em indivíduos que apresentam UP's. Metodologia: Farão parte da pesquisa 50 pacientes, divididos em 5 grupos: Grupo Membrana de CB Pura, Grupo Membrana de CB /Própolis, Grupo Laser, Grupo Membrana de CB Pura + Laser, Grupo Membrana de CB /Própolis + Laser. A membrana de CB será trocada semanalmente até o momento da cura ou até no máximo 90 dias. As aplicações de laser serão realizadas 2 vezes na semana, até o momento da cura, ou ate no máximo 90 dias. Os pacientes serão divididos entre os grupos aleatoriamente. Serão realizadas avaliações das úlceras quanto ao seu aspecto, diâmetro e profundidade, através de paquímetro digital e câmera fotográfica. Resultados Esperados: Espera-se que a associação entre a CB com ou sem Própolis e o Laser de baixa intensidade potencialize os efeitos regenerativos do tecido lesionado.