Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da aplicação superficial de silicato e calcário na nutrição, nos teores de cátions solúveis e nas características agronômicas do milho (Zea mays l.) em SSD

Processo: 10/18367-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Carlos Alexandre Costa Crusciol
Beneficiário:Manoela de Oliveira Carvalho
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Plantio direto   Silício   Calagem

Resumo

No sistema de plantio direto praticamente não há revolvimento do solo e o consequente acúmulo de resíduos vegetais e fertilizantes na superfície aceleram o processo de acidificação, contínuo e acentuado que ocorre naturalmente em solo de regiões úmidas, onde, geralmente, é observada baixa disponibilidade de nutrientes e elevados teores de H+Al. Assim, da mesma forma que no sistema de cultivo convencional, no sistema de plantio direto também existe a necessidade de aplicação de insumos, especialmente, materiais corretivos de acidez. O uso de corretivos do solo é uma prática essencial para a garantia do sucesso da produtividade das culturas. No Brasil, o material mais utilizado como corretivo de acidez do solo é o calcário. No entanto, os silicatos provenientes das escórias de aciaria são materiais que se comportam de forma semelhante aos calcários, podendo ser utilizados como corretivo, sendo ainda fonte de silício para as culturas. Dentro deste enfoque, este trabalho será uma continuação do projeto intitulado Efeito da aplicação superficial de silicato e calcário na nutrição, nos teores de cátions hidrossolúveis e nas características agronômicas da cultura da soja (Glycine max L. Merrill) em sistema plantio direto (Processo FAPESP 2009/11105-2, que contou como beneficiária Manoela de Oliveira Carvalho e como responsável o Prof. Dr. Carlos Alexandre Costa Crusciol) e continuará sendo desenvolvido na Fazenda Experimental Lageado, pertencente à Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP, localizada no município de Botucatu (SP), com o objetivo de avaliar a influência da aplicação superficial de corretivos na cultura do milho em região de inverno seco. A semeadura do milho será realizada no mês de novembro de 2010, no espaçamento de 0,45m. O delineamento estatístico experimental será em blocos casualizados, com dezesseis repetições. Os tratamentos serão constituídos por duas fontes de corretivos e uma testemunha (calcário, agrosilício e sem corretivo). Serão realizadas as seguintes avaliações: produção de massa de matéria seca, teores de macronutrientes, silício e cátions hidrossolúveis na cultura do milho, além dos componentes de produção e da produtividade desta cultura.