Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do alongamento do músculo peitoral menor na cinemática escapular

Processo: 10/13103-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Anamaria Siriani de Oliveira
Beneficiário:Paula Maria Ferreira Camarini
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Reabilitação (terapêutica médica)   Cinemática   Síndrome de colisão do ombro   Ombro
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:ombro | Reabilitação | síndrome de pinçamento subacromial | Fisioterapia ortopédica

Resumo

A cinemática escapular adequada é de grande importância para a função normal do ombro. Indivíduos saudáveis apresentam um padrão constituído por rotação superior, inclinação posterior e rotação externa da escápula, que ocorrem progressivamente durante a elevação umeral. A literatura mostra que sujeitos com impacto no ombro apresentam diminuição da rotação superior e da inclinação posterior, além de maior rotação interna da escápula. Acredita-se que essas alterações cinemáticas contribuam para o estreitamento do espaço subacromial e, consequentemente, para o pinçamento no ombro. Um dos fatores que podem contribuir para a alteração dos movimentos escapulares é a presença de encurtamento do músculo peitoral menor, que se origina da terceira à quinta costelas e se insere no processo coracóide. Devido a um aumento da tensão passiva, esse músculo restringe a movimentação normal da escápula. Estudo anterior demonstrou que indivíduos saudáveis com peitoral menor curto apresentam cinemática escapular similar à apresentada por indivíduos com síndrome do pinçamento subacromial. Por isso recomenda-se que seja incluído o alongamento deste músculo durante tratamento para esta condição. Entretanto, não existe na literatura dados que demonstram o efeito isolado do alongamento do peitoral menor na reabilitação da cinemática escapular. Portanto, o objetivo deste estudo é avaliar a influência do alongamento do peitoral menor na cinemática escapular. Para isso, trinta indivíduos saudáveis com encurtamento peitoral menor serão submetidos à avaliação da cinemática escapular pré e pós um programa de alongamento. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAMARINI, Paula Maria Ferreira. Influência do alongamento da musculatura do aspecto anterior do ombro na cinemática escapular. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.