Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemas de liberação modificada contendo tramadol em géis poliméricos termorreversíveis: estudos de citotoxicidade e avaliação farmacológica

Processo: 10/13088-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Daniele Ribeiro de Araujo
Beneficiário:Ana Cláudia Mendonça dos Santos
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/00121-9 - Novas formulações de anestésicos locais de liberação controlada: do desenvolvimento ao teste clínico odontológico, AP.TEM
Assunto(s):Analgesia   Dor   Citotoxicidade   Analgésicos opioides   Nanotecnologia

Resumo

O tramadol tem sido redescoberto na terapia tanto da dor aguda quanto crônica devido ao seu mecanismo de ação particular associando analgesia eficaz (porém de curta duração) e baixa incidência de efeitos adversos em relação aos analgésicos opióides clássicos, como a morfina e fentanil. Nesse contexto, o estudo de sistemas para liberação modificada de analgésicos opióides, como o tramadol, seria de grande interesse no desenvolvimento de novas formulações com potencial uso clínico para o tratamento da dor aguda e crônica, sendo possível contornar propriedades biofarmacêuticas desfavoráveis à administração e à ação prolongada desse fármaco. Os poloxamers são co-polímeros, constituídos por unidades básicas de óxido de etileno, óxido de propileno e óxido de etileno, bastante investigados nas áreas de terapia celular, diagnóstico por imagem e sistemas para liberação de fármacos, apresentando resultados promissores quanto à melhora nas propriedades biofarmacêuticas, farmacodinâmicas e farmacocinéticas dos mesmos. Uma das principais vantagens dos poloxamers é a capacidade de, quando em soluções concentradas, formarem géis em temperaturas próximas à corporal (transição sol-gel), o que os torna bases eficazes para hidrogéis, emulsões e nanopartículas, promovendo a solubilização e a estabilidade de fármacos. Além isso, as propriedades de gelação térmica desses co-polímeros tornam conveniente a administração parenteral e a capacidade de controlar a liberação de fármacos por longos períodos de tempo. Portanto, este projeto propõe a preparação, a avaliação da citotoxicidade (em fibroblastos e hepatócitos) e da eficácia terapêutica de formulações de liberação modificada contendo tramadol em co-poliméricos termorreversíveis (como poloxamer 407, poloxamer 188 e poloxamer 403, isolados ou em sistemas binários), visando a administração por via subcutânea, no tratamento da dor. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENDONCA DOS SANTOS, ANA CLAUDIA; SANTOS AKKARI, ALESSANDRA CRISTINA; SILVA FERREIRA, IASMIN ROSANNE; MARUYAMA, CINTIA RODRIGUES; PASCOLI, MONICA; GUILHERME, VIVIANE APARECIDA; DE PAULA, ENEIDA; FRACETO, LEONARDO FERNANDES; DE LIMA, RENATA; MELO, PATRICIA DA SILVA; DE ARAUJO, DANIELE RIBEIRO. Poloxamer-based binary hydrogels for delivering tramadol hydrochloride: sol-gel transition studies, dissolution-release kinetics, in vitro toxicity, and pharmacological evaluation. INTERNATIONAL JOURNAL OF NANOMEDICINE, v. 10, p. 2391-2401, 2015. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.