Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da ação do uso tópico de heparina encapsulada em nanopartículas poliméricas recobertas com quitosana em modelo de úlcera de pele em ratos

Processo: 10/17235-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Joyce Maria Annichino-Bizzacchi
Beneficiário:Stephany Cares Huber
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Nanopartículas   Ferimentos e lesões   Heparina de baixo peso molecular   Quitosana

Resumo

As úlceras constituem uma complicação de diversas patologias como diabetes, trombose venosa profunda (TVP), anemia falciforme, entre outras e possuem um elevado índice de incidência. Este agravamento traz uma diminuição da qualidade de vida do paciente, ocasionando dor, desconforto e dificuldade de locomoção, além de poder levar à perda do membro afetado em casos de gangrena. O tratamento tópico de úlceras e outras feridas da pele tem sido muito utilizado por não ser invasivo e permitir que os medicamentos absorvidos possam atuar na ausência de metabolização hepática, porém apresenta certas limitações por possuir barreiras naturais, representadas principalmente pelo estrato córneo. Estas limitações podem ser minimizadas com o uso de nanopartículas biocompatíveis e biodegradáveis como carreadores de fármacos, conseguindo assim ter uma absorção adequada através da pele, pois devido ao seu tamanho reduzido, esta passagem se torna mais efetiva e é realizada principalmente através da rota via poros. O objetivo deste projeto é a preparação farmacêutica para a administração tópica de heparina em sistemas de liberação sustentada, visando o potencial biológico deste fármaco encapsulado em nanopartículas poliméricas recobertas com quitosana. Para isto serão preparadas nanopartículas de poli (e-caprolactona) recobertas com quitosana pelo método de emulsificação e evaporação de solvente. As partículas serão caracterizadas quanto à morfologia por técnicas microscópicas, tamanho e potencial zeta por espectroscopia de correlação de fótons e liberação in vitro. Além disso, formulações tópicas destas partículas serão preparadas e aplicadas em feridas ocasionadas em ratos normais e ratos com Diabetes Mellitus tipo I induzido. Parâmetros como estresse oxidativo, cortes histológicos, avaliação macroscópica das lesões e imuhistoquímica serão utilizados na avaliação durante e após o processo de cicatrização das úlceras nos animais. Neste projeto espera-se que a associação das propriedades da heparina de baixo peso molecular (HBPM) tais como analgesia, diminuição do edema e eritrema, neoangiogênese e reepitelização, com as propriedades da quitosana, que apresenta atividade cicatrizante, mucoadesiva e antimicrobiana, promovam uma maior eficácia na cicatrização de lesões em ratos normais e ratos com Diabetes Mellitus tipo I. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HUBER, Stephany Cares. Avaliação da ação do uso tópico de heparina encapsulada em nanopartículas poliméricas recobertas com quitosana em modelo de úlcera de pele em ratos. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.