Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de marcadores séricos de lesão vascular e alterações anatômicas e funcionais da microcirculação em pacientes com fenômeno de Raynaud primário e secundário

Processo: 10/12613-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Cristiane Kayser
Beneficiário:Cintia Zumstein Camargo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Raynaud   Biomarcadores   Fluxometria por laser-Doppler   Angioscopia microscópica

Resumo

O fenômeno de Raynaud (FRy) é relativamente comum na população geral. É benigno na grande maioria dos casos, sendo assim chamado de FRy primário. Pode, porém ser secundário a uma série de condições locais ou sistêmicas, destacando-se as doenças reumáticas autoimunes (DRAI). Sabe-se que até 10% dos pacientes com diagnóstico inicial de FRy primário desenvolvem subsequentemente uma DRAI. No entanto, a patogênese e os mecanismos envolvidos na expressão das doenças do espectro da esclerose sistêmica (ES) que cursam com FRy não são ainda totalmente compreendidos. Métodos que avaliam componentes anatômicos (capilaroscopia periungueal e videocapilaroscopia) ou funcionais (laser Doppler imaging) da microcirculação podem ser utilizados para a avaliação da microcirculação de pacientes com FRy. Da mesma forma, a pesquisa de marcadores séricos para avaliação de lesão vascular vem ganhando importância na literatura. No presente estudo pretendemos avaliar em uma ampla população de pacientes com FRy, com doença definida ou doença pré-clínica, diferentes marcadores séricos de ativação endotelial, ativação plaquetária, estresse oxidativo, inflamação, angiogênese e fibrose, envolvidos na patogênese do FRy e das doenças do espectro da ES, e correlacioná-los com aspectos clínicos e alterações anatômicas e funcionais da microcirculação mediante capilaroscopia periungueal, videocapilaroscopia e laser Doppler imaging. Serão avaliados 50 pacientes com FRy primário, 50 pacientes com suspeita de FRy secundário (doença indiferenciada do tecido conjuntivo), 50 pacientes com FRy secundário à ES e 50 controles saudáveis. Serão dosados os níveis séricos de endotelina-1 (ET-1), fator de crescimento endotelial vascular (VEGF), fator de crescimento transformador beta (TGF-²) e fator de Von Willebrand (fvW), pelo método de ELISA, proteína C reativa (PCR) por turbidimetria e substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS). As reações de ELISA e TBARS serão lidas por espectrofotometria. A capilaroscopia periungueal panorâmica será realizada utilizando-se uma lupa estereomicroscópica com magnificação de 10 a 25 vezes. A videocapilaroscopia será realizada sob magnificação de 200 vezes, com equipamento computadorizado com sistema de vídeo Videocap 8.14 (DS-Medica, Itália). O fluxo sanguíneo das mãos será medido por laser Doppler imaging, antes e após estímulo frio. Será realizada correlação entre marcadores séricos e variáveis clínicas e morfológicas assim como comparação dos diferentes parâmetros entre os grupos estudados. O presente estudo permitirá uma abordagem ampla dos mecanismos envolvidos no FRy primário e secundário. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMARGO, C. Z.; SEKIYAMA, J. Y.; ARISMENDI, M. I.; KAYSER, C. Microvascular abnormalities in patients with early systemic sclerosis: less severe morphological changes than in patients with definite disease. SCANDINAVIAN JOURNAL OF RHEUMATOLOGY, v. 44, n. 1, p. 48-55, 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.