Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de crianças em risco para transtorno bipolar: associação entre análise de substância branca através de imagem por tensor de difusão e dados neuropsicológicos

Processo: 10/13155-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Sheila Cavalcante Caetano
Beneficiário:Ana Maria Aristimunho Teixeira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transtorno bipolar   Testes neuropsicológicos   Ressonância magnética nuclear   Substância branca   Crianças   Adolescentes

Resumo

O Transtorno de Humor Bipolar (THB) acomete até 3% dos adultos e os filhos desses pacientes constituem uma população em risco para o desenvolvimento de transtornos psiquiátricos. Estudos com Ressonância Magnética (RM) permitiram a identificação in vivo de alterações anatômicas, neuroquímicas e funcionais características do THB; no entanto, observa-se grande heterogeneidade na literatura da RM aplicada ao THB, particularmente em relação a parentes não afetados pela doença. Especula-se que a grande divergência nos achados estruturais em substância cinzenta e em alterações funcionais seja devido ao fato de essas alterações serem secundárias a anormalidades na conectividade entre as áreas afetadas, ou seja, secundárias a alterações na substância branca. A Imagem por Tensor de Difusão (Diffusion Tensor Imaging - DTI) é uma aquisição de RM específica para avaliação de substância branca. Estudos preliminares indicam que essas alterações seriam anteriores ao aparecimento da doença e encontradas mesmo em familiares não afetados pelo THB, sugerindo que anormalidades em substância branca possam ser um endofenótipo do THB. Alterações na conectividade entre diversas regiões cerebrais poderiam explicar também os déficits cognitivos observados no THB. Esses déficits estão presentes mesmo na eutimia e em parentes não afetados pela doença, indicando que também esses déficits podem ser marcadores endofenotípicos da vulnerabilidade genética ao THB. Entre os testes mais utilizados na avaliação cognitiva de pacientes com THB estão o Continuous Performance Test (CPT), que mede atenção sustentada e controle inibitório; o Wisconsin Card Sorting Test (WCST), que avalia funções executivas; e o subteste Dígitos da escala Wechsler, que avalia atenção e memória verbal. Nenhum estudo na literatura dos transtornos de humor associa dados estruturais de substância branca com desempenho cognitivo. O uso de DTI combinado com testes neuropsicológicos ajudará na investigação da causa dos déficits cognitivos de pacientes com THB, e a avaliação de pacientes jovens em risco ajudará a esclarecer a progressão desses déficits, ampliando a compreensão sobre o que é endofenótipo, pródromo ou consequência da progressão da doença. Nossas hipóteses são de que filhos de pacientes com THB, comparados com controles saudáveis, apresentarão (i) diminuição da fração de anisotropia (FA) e/ou aumento da difusão média em regiões frontolímbicas; e (ii) pior desempenho nos testes neuropsicológicos em relação a controles saudáveis filhos de pais saudáveis. Também temos como hipótese que essas alterações serão mais pronunciadas em crianças acometidas por THB do que em crianças não acometidas filhas de pacientes com THB, e que haverá associação entre os valores de FA/difusividade e desempenho nos testes psicológicos. Métodos: Serão selecionados 60 participantes que preencherem os critérios de inclusão: a) ter entre 6 e 18 anos de idade; b) pai ou mãe com diagnóstico de THB I - sendo que 30 filhos não apresentarão qualquer diagnóstico psiquiátrico e 30 filhos terão diagnóstico de THB. Também serão selecionados 30 controles saudáveis que não apresentem diagnóstico psiquiátrico em parentes de 1º grau. Os diagnósticos serão formulados de acordo com os critérios do DSM-IV, usando as entrevistas Kiddie-SADS-PL e Structured Clinical Interview for DSM-IV. A RM será realizada no 3,0 Tesla Philips scanner. Aquisição: os parâmetros serão: TR = 6106,0ms, TE = 65,0ms, FOV= 224x224mm, espessura de corte= 2.0mm/no gap, matriz = 112x112 pixels, 3 médias, resultando em tamanho de voxel isotrópico = 2,0x2,0x2,0 mm. As imagens serão processadas com o Bioimage Suite e análise VBM dos resultados da FA e difusão será realizada usando o SPM2. A associação entre os valores de anisotropia fracional e difusão aparente com os resultados dos testes neuropsicológicos será dada pelo coeficiente de correlação de Spearman. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TEIXEIRA, Ana Maria Aristimunho. Avaliação de substância branca através de imagem por tensor de difusão em crianças  em risco e portadoras de transtorno bipolar. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.