Busca avançada
Ano de início
Entree

Os efeitos do laser terapêutico na performance muscular de ratos submetidos a um programa de treinamento físico

Processo: 10/17979-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ana Claudia Muniz Renno
Beneficiário:André Cabral Sardim
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Ratos   Terapia a laser

Resumo

Várias evidências na literatura relatam que o exercício físico, principalmente o intenso, representa um grande desafio às vias bioenergéticas do sistema muscular, e que pode ter como conseqüência diversas alterações fisiológicas. Como exemplo, o lactato pode ser acumulado nas células musculares, com a entrada de íons de hidrogênio para o meio intracelular, diminuindo o pH dessa célula, determinando que os mecanismos de contração dos músculos falhem. O glicogênio também, utilizado como fonte de energia, pode sofrer alterações durante um treinamento intenso, havendo depleção de sua concentração, ativando a gliconeogênese no fígado, e estimulando a proteólise que degrada as proteínas contrateis musculares. Assim, o laser terapêutico surge como uma nova alternativa no aumento de performance, pois atua nos tecidos biológicos de forma que aumenta a taxa de respiração mitocondrial e a síntese de ATP. Ainda, é demonstrado que esse recurso tem um maior efeito em tecidos sob condições de estresse oxidativo, como exemplo, diante de uma lesão tecidual ou após prática de exercício físico intenso. O objetivo do estudo é observar os efeitos do laser nas adaptações bioquímicas, fisiológicas e morfológicas de ratos submetidos a um treinamento de carga intensiva. Serão utilizados 30 ratos machos Wistar, separados em três grupos: Grupo controle (sem intervenções); grupo treinamento (realizará somente o treinamento) e grupo treinamento e irradiado (que realizará treinamento e será submetido a irradiação por laser de baixa intensidade). O programa de treinamento consistirá de um programa de exercícios resistidos, realizados em uma escada de dedos (80º de inclinação, com degraus de 2-2 cm) com aparatos suspensos e presos pela cauda do animal. Será aplicado o laser de baixa intensidade de 808nm de emissão contínua, 100mW de potência de saída e 120J/cm² de fluência. Este protocolo de tratamento será repetido 3 vezes por semana, por 5 semanas, totalizando 15 sessões de treinamento. Os efeitos do laser serão analisados através da mensuração de lactato, glicogênio muscular, além das analises histológicas para mensuração da hipertrofia e tipagem msucular. Os dados serão analisados com o ANOVA, teste de Duncan, e o programa STATISTICA.