Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito de um bochecho com solução de cácio seguido pelo uso de dentifrício fluoretado sobre a erosão e abrasão in vitro

Processo: 10/11426-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Marília Afonso Rabelo Buzalaf
Beneficiário:Suzana Satie Miyazaki
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Abrasão dentária   Erosão dentária   Cálcio   Biociências

Resumo

O presente projeto terá como objetivo avaliar o efeito de um bochecho com cálcio antes da escovação com dentifrício fluoretado sobre a erosão associada à abrasão do esmalte bovino in vitro. Durante 5 dias, blocos de esmalte bovinos serão submetidos a erosão+abrasão. O estudo compreenderá os seguintes tratamentos: bochecho com cálcio e uso de dentifrício fluoretado (BCa + DF), bochecho com solução placebo e uso de dentifrício fluoretado (BP + DF) e bochecho com cálcio e uso de dentifrício placebo (BCa + DP). A erosão será provocada 4 vezes ao dia por um refrigerante tipo cola (90 s cada), durante 5 dias. Para a abrasão, os blocos serão escovados, utilizando-se escova elétrica (Colgate Motions Multi-action, F=1,5 N) e a solução do dentifrício a ser utilizada para cada grupo, durante 10 s, 2x/dia. Entre a erosão e a abrasão, cada bloco será imerso em 10 mL de água deionizada ou solução de lactato de cálcio 150 mM por 1 min, antes da realização da escovação, 2x/dia. A variável de resposta será a análise por perfilometria (µm). Os dados serão verificados quanto à normalidade e homogeneidade (testes de Kolmogorov e Smirnov de Bartlett, respectivmente), e será aplicado o teste estatístico mais adequado aos resultados (p<0,05).