Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da ativação dos inflamassomas no desenvolvimento da patogenia da tuberculose induzida por isolados clínicos hipervirulentos

Processo: 10/19246-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Maria Regina D'Império Lima
Beneficiário:Eduardo Pinheiro Amaral
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/07298-5 - Avaliação do envolvimento de catepsinas lisossomais na ativação do inflamassoma NLRP3 induzida por ESAT-6 recombinante de Mycobacterium tuberculosis, BE.EP.DR
Assunto(s):Tuberculose   Virulência   Inflamassomos

Resumo

A tuberculose permanece sendo um problema emergente de saúde pública. Um terço da população mundial está infectado por Mycobaterium tuberculosis (Mtb). Ao longo dos anos, as micobactérias têm adquirido mutações gênicas, sendo estas responsáveis pelo aumento da virulência e/ou pela resistência a quimioterápicos. Em estudo prévio, utilizando a infecção de camundongos com isolados clínicos pertencentes ao complexo Mtb, observamos que isolados hipervirulentos possuem diferentes capacidades em modular a resposta imune. A ativação deficiente da resposta imune observada pela baixa produção de mediadores inflamatórios e aumento da produção da citocina reguladora, IL-10, ou a ativação exacerbada marcada pelo aumento da produção de IL-1b, NO e IFN-g podem ter levado os camundongos à morte. Recentemente, tem sido descrito que as micobactérias possuem capacidade de induzir a resposta inflamatória via ativação dos inflamassomas, culminando na produção de IL-1b. Foi demonstrado também que camundongos deficientes em IL-1b, IL-1bR e caspase-1 infectados com Mtb (H37Rv) apresentam baixa sobrevivência, o que sugere que a IL-1b produzida seja importante para o controle da infecção. Portanto, pretendemos averiguar qual o papel da modulação da resposta inflamatória mediada pela ativação dos inflamassomas na patogenia da tuberculose induzida por isolados clínicos hipervirulentos. O presente projeto propõe: avaliar o envolvimento dos inflamassomas na ativação dos macrófagos infectados por micobactérias pertencentes ao complexo Mtb (M. bovis MP287/03 e Mtb H37Rv e Beijing 1471), bem como, na indução da resposta imune adquirida; avaliar o impacto deste mecanismo modulador na indução de proteção ou não do hospedeiro e o efeito de sinais de danos (ATP), como potenciais ativadores dos inflamassomas, na patogenia gerada pelos isolados clínicos hipervirulentos (MP287/03 e Beijing 1471). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo aponta alvo para o tratamento de tuberculose grave 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMARAL, EDUARDO P.; LASUNSKAIA, ELENA B.; D'IMPERIO-LIMA, MARIA REGINA. Innate immunity in tuberculosis: how the sensing of mycobacteria and tissue damage modulates macrophage death. Microbes and Infection, v. 18, n. 1, p. 11-20, JAN 2016. Citações Web of Science: 22.
AMARAL, EDUARDO P.; RIBEIRO, SIMONE C. M.; LANES, VERONICA R.; ALMEIDA, FABRICIO M.; DE ANDRADE, MARCELLE R. M.; BARBOSA BOMFIM, CAIO CESAR; SALLES, ERIKA M.; BORTOLUCI, KARINA R.; COUTINHO-SILVA, ROBSON; HIRATA, MARIO H.; ALVAREZ, JOSE M.; LASUNSKAIA, ELENA B.; D'IMPERIO-LIMA, MARIA REGINA. Pulmonary Infection with Hypervirulent Mycobacteria Reveals a Crucial Role for the P2X7 Receptor in Aggressive Forms of Tuberculosis. PLOS PATHOGENS, v. 10, n. 7 JUL 2014. Citações Web of Science: 40.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
AMARAL, Eduardo Pinheiro. Intervenção em vias de sinalização associadas ao reconhecimento de dano celular visando reduzir a imunopatologia das formas graves de tuberculose.. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.