Busca avançada
Ano de início
Entree

É possível prevenir a retinopatia diabética experimental através do uso do cacau? Avaliação de mecanismos antioxidantes e da biodisponibilidade do óxido nítrico

Processo: 10/20471-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Jose Butori Lopes de Faria
Beneficiário:Diego Andreazzi Duarte
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57560-0 - Efeitos do chá verde (Camellia sinensis), do cacau e de um doador de óxido nítrico na nefropatia e retinopatia diabética: papel da redução do estresse oxidativo e da inflamação e do aumento do óxido nítrico, AP.TEM
Assunto(s):Etiologia   Diabetes mellitus   Hipertensão   Retinopatia diabética

Resumo

O DM é a doença sistêmica que mais causa cegueira e a retinopatia diabética (RD) é a principal causa de cegueira adquirida em adultos em idade produtiva nos países desenvolvidos. Atualmente a retinopatia diabética (RD) é compreendida como uma doença neuronal degenerativa progressiva acompanhada por extensas alterações vasculares. Pode estar presente no diabetes mellitus (DM) tipo 1 e tipo 2 da doença. A hipertensão arterial (HA) é um importante fator de risco associado ao desenvolvimento da RD. Até o momento não há nenhum agente farmacológico eficaz capaz de prevenir, retardar ou reverter a RD e os tratamentos intervencionistas disponíveis são invasivos. Conhecendo o estresse oxidativo como uma via capaz de explicar a patogênese da RD causada pela hiperglicemia, tem sido observado o grande desempenho dos antioxidantes sintéticos e fitoterápicos em modelos experimentais in vivo e in vitro. Dentre eles, atualmente há um grande interesse pelo cacau, rico em polifenóis catequinas e seus oligômeros procianidinas que apresentam grande atividade hipotensora, reguladora na homeostase da biodisponibilidade do óxido nítrico e mais recentemente antioxidante. Estudos oftalmológicos demonstraram a eficácia de um de seus constituintes, proantocianidinas, na inibição da formação de catarata associada ao DM. O objetivo deste projeto será testar se a administração do cacau em ratos diabéticos melhora a retinopatia diabética e identificar in vitro os mecanismos moleculares envolvidos na proteção da retina com o cacau. Este é o primeiro estudo para investigar os possíveis efeitos benéficos dos polifenóis presentes no cacau no tratamento da retinopatia diabética. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.