Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da osteointegração de implantes cerâmicos e metálicos por diversas técnicas

Processo: 10/20698-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:Ana Helena de Almeida Bressiani
Beneficiário:Kalan Bastos Violin
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57860-3 - BIOFABRIS - Instituto de Biofabricação, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):13/01846-0 - Imuno-histoquímica, implante de materiais porosos em coelhos e técnicas de processamento ósseo, BE.EP.DR
Assunto(s):Biomateriais

Resumo

O desenvolvimento de biomateriais metálicos e cerâmicos é amplamente realizado devido à demanda dos mesmos frente a gama de problemas ósseos necessitando correção, seja na área ortopédica ou odontológica. Para substituir o tecido ósseo e restituir suas funções fisiológicas é necessário que os implantes apresentem características físicas e químicas adequadas, como módulo de elasticidade similar à do osso e ausência de toxicidade, entre outras. No entanto, etapas do processamento podem alterar os materiais, superficial ou internamente, elevando as variáveis relativas a cada biomaterial a ser estudado. A interação entre células e biomaterial é orquestrada pelas proteínas presentes nas células ósseas e glicídios de membrana das mesmas determinando o sucesso, ou insucesso, do biomaterial conforme o perfil dos mesmos apresentados no tecido avaliado. O objetivo desse trabalho é avaliar o comportamento ósseo com uso de experimentação animal, frente a implantes, metálicos ou cerâmicos, com as ferramentas de imuno-histoquímica (IHQ), lectina-histoquímica (LHQ) e fluorescência. Com isso identificar quais biomateriais, ou processos, são mais favoráveis molecularmente para as células ósseas de coelhos. Os biomateriais a serem implantados são ligas à base de titânio, obtidas por metalurgia do pó, densas e porosas, e cerâmicas bifásicas macroporosas obtidas por gelcasting de espuma. Com os resultados das análises teciduais por meio da IHQ e LHQ é esperado encontrar as alterações moleculares para cada tipo de implante e assim poder eleger o melhor dentre as amostras testadas com base nesses resultados.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VIOLIN, Kalan Bastos. Implantes cerâmicos e metálicos - caracterização da osteointegração por imuno-histoquímica, lectina-histoquímica e marcadores fluorescentes. 2015. Dissertação de Mestrado - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - IPEN-CNEN/SP São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.