Busca avançada
Ano de início
Entree

A cor do samba: música popular e movimento negro (1970-1985)

Processo: 10/19900-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Marcos Francisco Napolitano de Eugenio
Beneficiário:Dmitri Cerboncini Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Música popular   Ditadura   Samba   Movimentos sociais

Resumo

Consagrado como símbolo nacional desde o início do século XX, nos anos 1970 o samba conheceu uma categorização inédita: passou a ser valorizado por possuir origem especificamente negra. Longe de constituir processo restrito ao âmbito artístico, a ressignificação outorgada à manifestação musical resultou de uma miríade de situações envolvendo distintos domínios sociais. O afloramento de movimentos negros mundo afora, a imposição da agenda de afirmação racial no Brasil e mudanças verificadas nas formas de organização sócio-política integram os eventos de ordem externa à produção artística popular que incidiram na reorganização de seu enquadramento ideológico. Por meio da visualização e análise das trajetórias, elaborações intelectuais, criações artísticas e os escoramentos institucionais logrados pelos artífices desta representação simbólica, este projeto propõe uma pesquisa que esclareça a gênese e reprodução de tal construto, de um lado, sem descurar, de outro, de seu entrelaçamento com as transformações estruturais vivenciadas pela sociedade brasileira em vários âmbitos.

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa:
A política que acaba em samba 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.