Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos anti-neoplásicos da inibição do NFkB pelo DHMEQ(Dehydroxymethylepoxyquinomicin) em linhagens celulares de meduloblastoma

Processo: 10/18792-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Luiz Gonzaga Tone
Beneficiário:Priscila Maria Manzini Ramos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Meduloblastoma   NF-kappa B   Linhagem celular

Resumo

O Meduloblastoma é um câncer do sistema nervoso central, altamente invasivo, de origem embrionária, localizado no cerebelo. É mais comum em crianças, com pico de incidência entre 5 e 7 anos de idade, correspondendo a aproximadamente 20% de todos os tumores intracranianos pediátricos. O tratamento mais utilizado é cirurgia e quimioterapia, sendo que a radioterapia é aplicada somente em crianças com mais de 3 anos devido aos seus efeitos colaterais. Algumas vias moleculares parecem estar envolvidas em MB: o gene PTCH relacionada a via de sinalização Hedghog; mutações no gene APC, componente da via Wnt e; os receptores Notch 1 e Notch 2 da via Nocth, além de outras vias não embrionárias. NFKB é um fator de transcrição chave na regulação da resposta imune e no processo de inflamação. Ele está envolvido na regulação da transcrição de um grande número de genes relacionados ao processo de tumorigênese e possui um importante papel no controle da expressão gênica de diferentes vias, como o controle da apoptose, promoção da proliferação celular, inflamação, angiogênese e metástase. O NFKB está constitutivamente ativo em diversos tipos de câncer, sendo um importante alvo terapêutico. DHMEQ é uma droga que inibe a translocação desse fator de transcrição do citoplasma para o núcleo, inibindo assim a sua atuação como ativador transcicional. Ele tem se mostrado uma importante droga antitumoral com baixa toxicidade, além dos bons resultados como droga adjuvante de outras drogas anti-câncer em tumores quimio-resistentes. Diversos estudos têm mostrado os efeitos anti-neoplásicos do DHMEQ em diferentes tipos de tumores. Entretanto, não há trabalhos que evidencie estes efeitos em meduloblastoma.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMOS, PRISCILA M. M.; PEZUK, JULIA A.; CASTRO-GAMERO, ANGEL M.; OLIVEIRA, HARLEY F.; SCRIDELI, CARLOS A.; UMEZAWA, KAZUO; TONE, LUIZ G. Antineoplastic Effects of NF-kappa B Inhibition by DHMEQ (Dehydroxymethylepoxyquinomicin) Alone and in Co-treatment with Radio-and Chemotherapy in Medulloblastoma Cell Lines. ANTI-CANCER AGENTS IN MEDICINAL CHEMISTRY, v. 18, n. 4, p. 541-549, 2018. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RAMOS, Priscila Maria Manzini. Avaliação dos efeitos antineoplásicos da inibição do NF-kB pelo DHMEQ (Dehidroximetilepoxiquinomicina) em linhagens celulares de meduloblastoma. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.