Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação do perfil de ativação das vias de sinalização celulares nos momentos iniciais da infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV-1)

Processo: 10/00179-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Luiz Mário Ramos Janini
Beneficiário:Juliana Terzi Maricato
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transdução de sinais   HIV

Resumo

O vírus da imunodeficiência humana (HIV-1) tem sido um constante alvo de pesquisas por ser o agente acusador da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). Estudos recentes têm abordado as interações que ocorrem entre o vírus e as principais células hospedeiras (linfócitos TCD4+ e monócitos) na tentativa de entender melhor quais moléculas celulares interagem com o vírus durante seu ciclo de vida na célula. Estágios iniciais da infecção pelo HIV são momentos críticos e decisivos para a infecção e sabe-se que a entrada do vírus pode acarretar uma série de alterações na célula recém-infectada. É possível considerar a hipótese de que, em momentos muito precoces, a infecção por HIV-1 desencadeie na célula hospedeira a ativação ainda desconhecida de vias de sinalização que podem alterar o ambiente intracelular e tornando-o favorável para a permanência e replicação viral. O objetivo do presente trabalho é analisar o perfil de ativação de vias de sinalização da célula hospedeira nos estágios iniciais da infecção pelo HIV-1 e a repercussão que estas vias possam ter para o estabelecimento da infecção. Esse estudo será feito por meio da utilização de microarranjos de fosfo-anticorpos para identificar as principais de ativação modulas nos estágios imediatamente posteriores à entrada do vírus nas células hospedeiras (LTCD4+, monócitos ou células Jurkat). Além disso, pretende-se estabelecer a comparação entre as vias de sinalização moduladas pela infecção com vírus HIV-1 variantes X4 e R5 nas respectivas células hospedeiras com e sem ativação prévia das células pela adição de mitógenos. (AU)