Busca avançada
Ano de início
Entree

Propriedades quânticas de estados macroscópicos da luz

Processo: 10/19486-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Marcelo Martinelli
Beneficiário:Alessandro de Sousa Villar
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Osciladores paramétricos ópticos   Teletransporte   Informação quântica

Resumo

Em futuras redes de informação quântica, a luz será o meio físico mais adequado para a distribuição de não-classicalidade. Dentre os dispositivos capazes de produzir feixes de luz com propriedades genuinamente quânticas destaca-se o oscilador paramétrico ótico (OPO). As propriedades quânticas dos modos do campo que interagem através do OPO vêm sendo investigadas em profundidade pelo grupo de pesquisa no regime de operação em que os três feixes possuem intensidades macroscópicas. Este projeto de pesquisa se insere nesse contexto, em que se busca entender melhor as propriedades do emaranhamento multipartite gerado pelo OPO e empregá-lo para proceder com tarefas muito difíceis de se realizar com outros sistemas. Em particular, parte da compreensão da estrutura espectral do emaranhamento passa pela investigação teórica e experimental de um problema em aberto na descrição do OPO: determinar o estado dos três feixes na região espectral em que há emissão estimulada. Este projeto busca estender o conhecimento sobre as propriedades quânticas dos feixes de luz intensos também às suas regiões espectrais mais energéticas, caraterizadas por estados ``macroscópicos'' da luz, e trazer uma visão conciliadora ao dilema presente na literatura sobre a classicalidade dessas regiões espectrais intensas. Por um lado, feixes intensos devem possuir energias aparentemente contínuas pelo princípio de correspondência, mas por outro devem ser gerados pela mesma dinâmica quântica que dá origem a emaranhamento multipartite. Esperamos com esse sistema vislumbrar parte da resposta de antigo enigma: onde está e como ocorre a transição entre os domínios clássico e quântico na natureza.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Experimento obtém emaranhamento de seis ondas luminosas com um único laser 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.