Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro de propriedades físico-químicas de materiais obturadores de dentes decíduos: liberação iônica, pH, condutividade e radiopacidade

Processo: 11/00277-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Raquel Assed Bezerra Segato
Beneficiário:Carolina Maschietto Pucinelli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Radiopacidade   Concentração de íons de hidrogênio   Dente decíduo

Resumo

Embora diferentes materiais sejam propostos para a obturação dos canais radiculares de dentes decíduos, ainda não existe um consenso na literatura com relação ao material obturador ideal, que preencha requisitos físico-químicos, antimicrobianos e biológicos. O presente projeto de pesquisa se propõe a avaliar in vitro a liberação de íons, o pH, a condutividade e a radiopacidade de uma pasta a base de hidróxido de cálcio (Calen®) associada ao óxido de zinco em diferentes proporções (1:0,5, 1:0,65, 1:0,8, 1:1), do cimento de óxido de zinco e eugenol (ZOE) e de dois cimentos endodônticos, um a base de hidróxido de cálcio (Sealapex®) e um à base de metacrilato (EndoREZ®). Tubos de plástico transparentes (10X1mm) serão preenchidos com os materiais e colocados em béqueres contendo 10ml de água destilada. Após 2; 5; 8; 25,5; 31,5; 49,5; 55,5; 145,5; 217,5; 361,5; 505,5; 601,5; 721,5 horas as soluções serão submetidas à quantificação de íons Ca2+, K+, Ni2+, Pb2+, Zn2+ e Ag+, por meio de espectrofotometria por absorção atômica, e à determinação do pH, com auxílio de pHmetro. O ensaio de condutividade elétrica será realizado após a homogeneização de 5g de cada material, com auxílio de condutivímetro digital. Para avaliar a radiopacidade dos materiais, placas de acrílico com perfurações (5 X 1 mm) serão preenchidas com os materiais e, ao lado de escada de alumínio padronizada, serão radiografadas com distância foco-objeto de 30 cm e exposição de 0,2 seg. A densidade radiográfica será determinada nas imagens digitalizadas utilizando o software Digora for Windows 1.51. Os eventuais achados poderão fornecer bases físico-químicas para a melhor manipulação de pastas obturadoras já amplamente utilizadas na obturação dos canais radiculares de dentes decíduos, gerar materiais com potencial aplicabilidade clínica, como os cimentos obturadores, que já são utilizados na obturação de dentes permanentes, bem como estabelecer parâmetros de pesquisa para o desenvolvimento de novos materiais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAQUEL ASSED BEZERRA SEGATO; CAROLINA MASCHIETTO PUCINELLI; DANIELLY CUNHA ARAÚJO FERREIRA; ANDIARA DE ROSSI DALDEGAN; ROBERTO S. DA SILVA; PAULO NELSON-FILHO; LÉA A. B. DA SILVA. Physicochemical Properties of Root Canal Filling Materials for Primary Teeth. Brazilian Dental Journal, v. 27, n. 2, p. 196-201, Abr. 2016.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.