Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimativa, análise e disponibilidade de índice de irregularidades da ionosfera utilizando dados gps/glonass de redes ativas

Processo: 11/00986-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geodésia
Pesquisador responsável:Paulo de Oliveira Camargo
Beneficiário:Vinícius Amadeu Stuani Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/04008-2 - GNSS: investigações e aplicações no posicionamento geodésico, em estudos relacionados com a atmosfera e na agricultura de precisão, AP.TEM
Assunto(s):Ionosfera   Sistemas de navegação global por satélite   Geodésia espacial

Resumo

Com a desativação da SA (Selective Availability), o erro devido à camada ionosférica tornou-se a maior fonte de erro sistemático no posicionamento com GNSS (Global Navigation Satellite System). O erro associado à ionosfera depende do Conteúdo Total de Elétrons (TEC), presente na camada ionosférica, que por sua vez, é influenciado por diversas variáveis: ciclo solar, época do ano, hora local, localização geográfica e atividade geomagnética. Os receptores GPS (Global Positioning System) e GLONASS (Global Orbiting Navigation Satellite System) de dupla freqüência permitem calcular o erro que ocorre nas observáveis GPS/GLONASS e o TEC. Com taxa de variação do TEC (ROT - Rate of TEC) pode-se determinar vários índices que indicam irregularidades da ionosfera, permitindo assim fazer inferências sobre o comportamento da mesma. Atualmente é possível realizar estudos dessa natureza no Brasil graças às diversas Redes Ativas disponíveis, com receptores de dupla frequência, tais como a RBMC (Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo), a RIBaC (Rede INCRA de Bases Comunitárias) e a Rede GNSS Ativa do Estado de São Paulo. Que juntas, disponibilizam dados de mais de 100 receptores que possibilitam estudar o comportamento da ionosfera na região brasileira. A pesquisa proposta visará a estimativa, análise e disponibilidade de índices de irregularidades da ionosfera, além de suprir as geociências de informações concisas e coerentes sobre o comportamento da ionosfera.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARCELO TOMIO MATSUOKA; CAROLINA COLLISCHONN; IVANDRO KLEIN; PAULO DE OLIVEIRA CAMARGO; VINICIUS AMADEU STUANI PEREIRA. Impacto de tempestade geomagnética na ionosfera e no posicionamento com GNSS: estudo de caso para 20 de novembro de 2003 na região brasileira. Bol. Ciênc. Geod., v. 19, n. 1, p. 14-33, Mar. 2013.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.