Busca avançada
Ano de início
Entree

Literatura e Humanização em Saúde: relatos de graduandos da UNIFESP a partir da experiência na disciplina eletiva "Humanidades e Humanização: Questões Essenciais da Existência Humana através de Histórias"

Processo: 10/18990-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Dante Marcello Claramonte Gallian
Beneficiário:Carina Camilo Lima
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Humanização   Humanidades   Literatura

Resumo

Com a modernidade e o subseqüente avanço tecnológico, os futuros profissionais da saúde têm se tornado cada vez mais desumanizados e focados quase que, estritamente, em uma formação biologicista e tecnificizada, já na jornada de graduação. O conhecimento científico nesse período tem enaltecido as disciplinas biológicas e exatas, fazendo com que as humanidades perdessem seu valor enquanto possível meio humanizador nos graduandos da área da saúde. Sendo vinculado ao Projeto de Pesquisa "As Patologias da Modernidade e os Remédios das Humanidades: investigação e experimentação", número FAPESP 2010/50448-0, o projeto que se segue pretende problematizar e compreender em que medida a desumanização pode ser vista no ambiente da graduação e, ao mesmo tempo, até que ponto a experiência das Humanidades pode ser apresentada como "remédio" ou caminho de humanização nesta jornada.Partindo da experiência propiciada pela disciplina eletiva "Humanidades e Humanização: Questões Essenciais da Existência Humana através de Histórias", ministrada pelo Professor e Pesquisador Dante Marcello Claramonte Gallian, espera-se investigar e avaliar o papel da literatura e das Humanidades enquanto meio de humanização efetivo na graduação.Para isso, a pesquisa contará com relatos escritos pelos alunos participantes, entrevistas orais e a observação participante dos pesquisadores envolvidos.