Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanopartículas lipídicas sólidas produzidas por método de baixa energia: otimização das condições de processo, avaliação da absorção de bioativo encapsulado e estudo de digestibilidade in vitro

Processo: 10/20523-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Samantha Cristina de Pinho
Beneficiário:Graziela Veiga de Lara Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/18495-3 - Digestibilidade in vitro dinâmica de nanopartículas lipídicas sólidas encapsulando beta-caroteno, BE.EP.DR
Assunto(s):Microencapsulação   Emulsões   Nanopartículas   Emulsões (formas farmacêuticas)

Resumo

O uso de formulações lipídicas para encapsulação tem sido investigado para aumentar a biodisponibilidade de bioativos hidrofóbicos, uma vea que os materiais lipídicos podem aumentar a absorção de tais compostos na membrana intestinal. Diferentes tipos de partículas podem ser descritos para a produção de sistemas de encapsulação de lipídios, dentre elas as partículas lipídicas sólidas, que consistem de partículas lipídicas recobertas por um emulsificante e dispersas em um meio aquoso onde a fase lipídica está parcial ou totalmente solidificada. Tais estruturas são conhecidas como SLN - solid lipid nanoparticles, ou partículas lipídicas sólidas. Tais partículas possuem vantagens importantes, como alta estabilidade físico-química, proteção de ativos sensíveis contra degradação, liberação controlada e excelente tolerabilidade, e podem ser produzidos por métodos que envolvem alta quantidade de energia no sistema ou baixa quantidade de energia. No primeiro caso, quanto menor o tamanho desejado, mais energia e/ou tensoativo são necessários, o que os torna, muitas vezes, extremamente dispendiosos para aplicações industriais. Por outro lado, os métodos de baixa energia são interessantes para o escalonamento, já que são, teoricamente, relativamente simples e tem um baixo consumo energético. Dentre os métodos de baixa energia, está o método PIT (do inglês, phase inversion temperature), baseado na mudança de solubilidade de tensoativos polietoxilados não-iônicos com a temperatura. O objetivo principal do estudo proposto é a produção de nanopartículas lipídicas sólidas encapsulando beta-caroteno através do método PIT, e a avaliação da absorção, citotoxicidade e digestibilidade dos sistemas produzidos. Caso aprovado, o presente projeto terá uma parte realizada nas dependências do ZEA/FZEA/USP (Laboratório de Funcionalidade de Macromoléculas) do mesmo departamento. Para a realização da outra parte, será solicitada à CAPES ou à própria FAPESP um estágio no exterior ou Doutorado-Sanduíche que será desempenhada no Departamento de Engenharia Biológica da Universidade do Minho (Campus de Gualtar), Braga, Portugal e no Instituto de Biotecnologia e Bioengenharia, Centro de Genômica e Biotecnologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (IBB/CGB-UTAD), Guimarães, Portugal. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES, G. V. L.; SOLA, M. R.; ROCHETTI, A. L.; FUKUMASU, H.; VICENTE, A. A.; PINHO, S. C. beta-carotene and -tocopherol coencapsulated in nanostructured lipid carriers of murumuru (Astrocaryum murumuru) butter produced by phase inversion temperature method: characterisation, dynamic in vitro digestion and cell viability study. Journal of Microencapsulation, v. 36, n. 1, p. 43-52, JAN 2 2019. Citações Web of Science: 0.
GOMES, GRAZIELA V. L.; SOLA, MIRELLA R.; MAROSTEGAN, LUIS F. P.; JANGE, CAMILA G.; CAZADO, CAMILA P. S.; PINHEIRO, ANA C.; VICENTE, ANTONIO A.; PINHO, SAMANTHA C. Physico-chemical stability and in vitro digestibility of beta-carotene-loaded lipid nanoparticles of cupuacu butter (Theobroma grandiflorum) produced by the phase inversion temperature (PIT) method. Journal of Food Engineering, v. 192, p. 93-102, JAN 2017. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.