Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação do papel dos receptores glutamatérgicos do tipo AMPA no colículo inferior sobre a catalepsia induzida pelo haloperidol em ratos

Processo: 10/20730-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Fisiológica
Pesquisador responsável:Liana Melo-Thomas
Beneficiário:Luan Castro Tonelli
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Neurociências   Doença de Parkinson   Colículos inferiores   Catalepsia

Resumo

O colículo inferior é uma estrutura mesencefálica primariamente envolvida no processamento da informação auditiva mas também integra informação sensorial de natureza aversiva. A estimulação elétrica ou química dessa estrutura induz respostas típicas de medo tais como alerta, congelamento e fuga eliciadas por ameaças ambientais. Várias evidências sugerem que o substrato neural responsável pelo comportamento defensivo no colículo inferior pode também ser regulado por aminoácidos excitatórios uma vez que microinjeções de NMDA nessa estrutura induz comportamento defensivo caracterizado por corrida, levantamento e saltos. A microinjeção de AP7, um bloqueador competitivo de receptores NMDA impede a expressão desses comportamentos. Tem sido demonstrado que a estimulação do substrato neural do medo no colículo inferior causa um aumento significante nos níveis extracelulares de dopamina em outras estruturas tais como o córtex frontal. Estudos prévios realizados em nosso laboratório mostram que a microinjeção de antagonistas de receptores NMDA no CI é capaz de reverter a catalepsia induzida pelo haloperidol. O presente trabalho pretende investigar se a microinjeção de DNQX, uma antagonistas de receptores AMPA diretamente no colículo inferior é capazes de influenciar a catalepsia induzida pela administração sistêmica do neuroléptico haloperidol. Os animais serão submetidos a uma cirurgia para implantação de uma cânula no colículo inferior e receberão microinjeções de AMPA (2,5 ou 5µg/0,5µl) e em seguida será realizada a administração sistêmica de haloperidol (1 mg/kg). Imediatamente após serão colocados em uma arena onde será realizada a avaliação da catalepsia.