Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem e expressão do fator VII de coagulação saguínea em linhagens celulares humanas

Processo: 11/01736-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Dimas Tadeu Covas
Beneficiário:Marcela Cristina Corrêa de Freitas
Instituição-sede: Hemocentro de Ribeirão Preto. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (HCMRP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Clonagem   Coagulação   Fator VII

Resumo

O rFVII tem sido o alvo terapêutico, principalmente, nos pacientes portadores de hemofilia que desenvolvem inibidores aos tratamentos utilizados, seja devido a administração de hemoderivados ou do respectivo recombinante. Dados do Ministério da Saúde apontam que 5% a 30% dos pacientes com hemofilia A severa desenvolvem inibidores, ou seja, anticorpos da classe IgG contra o FVIII. Dentre os hemofílicos B, a incidência de inibidores de FIX é mais baixa, cerca de 3%. Nesses casos, a administração do rFVII já é considerado o tratamento de primeira escolha, uma vez que as evidências indicam sua eficácia e apresenta menos efeitos adversos que as estratégias terapêuticas atuais. O fator VII humano é uma glicoproteína dependente da vitamina K que tem a função de iniciar a cascata de coagulação sanguínea, ao formar um complexo com o fator tecidual. Está localizado no cromossomo 13 na região 13q34 e além de ser utilizado para tratar pacientes com inibidores de FVIII e FIX, também é utilizado no tratamento da deficiência do FVII transmitida por herança autossômica recessiva. Em 25 de março de 1999 a FDA (Food and Drug Admini-stration) aprovou o uso do primeiro e único recombinante fator VII - rFVII chamado de NovoSeven®. Este produto é produzido em células murinas (BHK) e necessita de modificações pós-traducionais, tais como a ³-carboxilação dependente de vitamina K, de suma importância para produção da proteína ativa. Além disso, o custo do tratamento é bastante elevado, o que justifica o desenvolvimento de um produto nacional. Dentro deste contexto e devida à importância das proteínas da cascata de coagulação, esse projeto tem como objetivo desenvolver um vetor contendo sequências estabilizadoras e que expresse o fator VII de coagulação sanguínea em linhagens celulares humanas com baixa expressão da proteína calumenina (inibidor da ³-carboxilação). Este trabalho tem o intuito de desenvolver um FVIIr mais similar ao presente no plasma humano, o que possibilitará uma forma de tratamento mais segura e eficaz aos pacientes portadores de hemofilias.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CORREA DE FREITAS, MARCELA CRISTINA; BOMFIM, ALINE DE SOUSA; MIZUKAMI, AMANDA; PICANCO-CASTRO, VIRGINIA; SWIECH, KAMILLA; COVAS, DIMAS TADEU. Production Of coagulation factor VII in human cell lines Sk-Hep-1 and HBK-11. Protein Expression and Purification, v. 137, p. 26-33, SEP 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.