Busca avançada
Ano de início
Entree

Repercussões a longo prazo do padrão alimentar ocidental ocorrido durante a gestação, lactação e fase juvenil na susceptibilidade ao desenvolvimento de câncer do cólon em ratos

Processo: 10/18827-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Marchesan Rodrigues Kobayasi
Beneficiário:Gisele Aparecida Dionísio Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Desenvolvimento fetal   Biomarcadores   Gorduras na dieta   Neoplasias do cólon

Resumo

O presente estudo tem como objetivo investigar as repercussões do padrão alimentar ocidental, rico em gordura e pobre em micronutrientes (ácido fólico) e fibras, ocorrido durante a gestação, lactação e fase juvenil na susceptibilidade ao desenvolvimento de câncer do cólon induzido pela 1,2-dimetilhidrazina (DMH) no rato. Será também avaliado se a re-introdução da dieta ocidental durante a vida adulta em animais previamente expostos à dieta ocidental durante a vida intra-uterina, lactação e fase juvenil, modifica a susceptibilidade à oncogênese do cólon pela DMH. Serão utilizados ratos Sprague-Dawley em ensaio de média duração (iniciação e promoção) da carcinogênese do cólon: ratas fêmeas SD prenhes (exposição gestacional e lactacional) e sua prole de machos (exposição no início da puberdade, DPN 22 ao DPN 42) receberão dieta semi-purificada padrão (AIN-93G) ou do tipo Ocidental. No DPN 42 a prole de machos passará a receber dieta padrão e serão iniciados com seis doses subcutâneas (s.c) de DMH (40 mg/kg). Um grupo será reintroduzido à dieta Ocidental neste período. Os animais receberão dieta padrão ou Ocidental durante 30 semanas (DPN 199) quando serão eutanasiados. Serão avaliados os níveis séricos de insulina, leptina e IGF-1 e GLUT-I. O cólon será removido e submetido à análise estereoscópica e histológica para determinar a incidência e características das lesões pré-neoplásicas (FCA) e neoplásicas do cólon. Serão avaliadas as taxas de proliferação celular e apoptose, estimadas pelo PCNA e caspase-3, e a expressão citoplasmática e nuclear de beta-catenina. Será investigada a expressão do perfil gênico para os seguintes genes: IGF-1 e GLUT-1, na mucosa do cólon pela técnica de RT-PCR. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LOPES, Gisele Aparecida Dionísio. Repercusões a longo prazo do padrão alimentar ocidental ocorrido durante a gestação, lactação e fase juvenil na susceptibilidade ao desenvolvimento de câncer do cólon em ratos. 2013. 40 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.