Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de dois tratamentos de superfície para cerâmicas a base de zircônia na resistência adesiva e no comportamento à fadiga do material

Processo: 10/20077-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Luiz Felipe Valandro
Beneficiário:Marina Amaral
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais dentários   Cerâmica (materiais cerâmicos)   Propriedades mecânicas

Resumo

O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito de dois diferentes métodos de deposição de sílica na superfície de uma cerâmica a base de zircônia estabilizada por ítria na adesão a cimento resinoso e no limite de fadiga do material. A hipótese testada é que ambos os tratamentos de superfície promoverão aumento da adesão entre zirconia e cimento resinoso, e de que a adição de uma camada de sílica reduzirá a resistência à flexão biaxial de discos YZ, antes e após ciclagem mecânica, já o jateamento aumentará a resistência da cerâmica nas duas condições, seguindo o mesmo padrão para o limite de fadiga. Para o teste de adesão, 45 barras receberam um dos seguites tratamentos de superfície (n=15): CONTROLE: grupo controle, sem tratamento adicional após sinterização; SILICATIZAÇÃO: jateamento com partículas de SiO2 30 µm (Rocatec Sorft, 3M ESPE); GLAZE: aplicação de uma única camada de vidro amorfo (Glaze Vita Akzent - Vita Zanhfabrik) e condicionamento HF por 1 minuto. As amostras foram cimentadas (cimentação resinosa) a secções de cerâmica de dissilicato de lítio e, após 2500 termociclos, o teste de resistência adesiva à tração foi executado. Para avaliação das propriedades mecânicas, corpos de prova em forma de disco da cerâmica VITA In-Ceram 2000 YZ cubes for InLab foram confeccionados de acordo com as normas do ensaio de flexão biaxial. Os tratamentos de superfície avaliados são: CONTROLE; SILICATIZAÇÃO; e GLAZE. Os corpos de prova foram submetidos a flexão biaxial antes e após ciclagem mecânica (2x106 ciclos, 100 N, biaxial, imersão em água 37ºC, 4 Hz). O método de escada foi utilizado para determinação do limite de fadiga dos corpos de prova, com 102, 103, 104 e 105 ciclos. A resistência adesiva foi maior para o grupo SILICATIZAÇÃO, seguido pelo grupo GLAZE e por último o grupo CONTROLE, o qual não resistiu à ciclagem térmica. A ciclagem mecânica não exerceu influência sobre a resistência a flexão biaxial; já o tratamento de superfície alterou os valores: o grupo SILICATIZAÇÃO apresentou os maiores valores de resistência. Na análise de Weibull, o menor valor de m foi apresentado pelo grupo SILICATIZAÇÃO sem ciclagem, e o maior valor de m foi apresentado pelo grupo GLAZE ciclado. A análise pelo método de escada mostrou que os três tratamentos de superfície mostram uma queda no limite de fadiga com o aumento do número de ciclos, sendo que o grupo SILICATIZAÇÃO manteve valores significativamente maiores de limite de fadiga em todas as etapas (número de ciclos aplicados). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMARAL, MARINA; CESAR, PAULO FRANCISCO; BOTTINO, MARCO ANTONIO; LOHBAUER, ULRICH; VALANDRO, LUIZ FELIPE. Fatigue behavior of Y-TZP ceramic after surface treatments. JOURNAL OF THE MECHANICAL BEHAVIOR OF BIOMEDICAL MATERIALS, v. 57, p. 149-156, APR 2016. Citações Web of Science: 15.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
AMARAL, Marina. Influência de três tratamentos de superfície para cerâmicas a base de zircônia na resistência adesiva e no comportamento à fadiga do material. 2014. 96 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" Instituto de Ciência e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.