Busca avançada
Ano de início
Entree

Formação dos estudantes de Pedagogia da Universidade Estadual Paulista: currículo e atitudes sociais em relação â inclusão

Processo: 11/00501-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Sadao Omote
Beneficiário:Cristiane Regina Xavier Fonseca-Janes
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Educação inclusiva   Currículo   Educação especial

Resumo

A educação inclusiva é uma educação de qualidade que deve ser oferecida pelo sistema educacional a todas as crianças, jovens e adultos. Para a efetivação de tal proposta, uma importante condição é a construção de atitudes sociais favoráveis à inclusão, uma vez que estas podem organizar ou re-organizar crenças e cognições sobre as diferenças, direcionar a afetividade de modo a ser favorável com relação às diferenças e, principalmente, direcionar a ação para a aceitação das diferenças. A partir dessas perspectivas, este estudo tem por objetivo analisar se os cursos de Pedagogia da Universidade Estadual Paulista preparam os estudantes para as discussões e fundamentações da educação inclusiva, da educação especial e inclusão escolar, após a publicação das Diretrizes Curriculares Nacionais de 15 de maio de 2006. Para isso, participarão desta pesquisa 404 estudantes do último ano do curso de Pedagogia da referida instituição. Os materiais a serem utilizados para a realização dessa pesquisa são: (1) um questionário contendo identificação do estudante e questões, semi-abertas, sobre a concepção do que possa ser a Educação Inclusiva, a Educação Especial e a Inclusão Escolar e (2) a Escala Likert de Atitudes Sociais em relação à Inclusão, que é um instrumento para a mensuração de atitudes sociais em relação à inclusão. Este projeto de pesquisa poderá levantar subsídios para as discussões sobre a formação de pedagogos para o grande desafio do século XXI, a formação de sujeitos históricos com uma predisposição de atitudes genuinamente favoráveis em relação à inclusão.