Busca avançada
Ano de início
Entree

O problema da poesia nos livros II e III da República de Platão

Processo: 11/01653-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Línguas Clássicas
Pesquisador responsável:Christian Werner
Beneficiário:Helena Andrade Maronna
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/16877-3 - Filosofia grega clássica: Platão, Aristóteles e sua influência na Antiguidade, AP.TEM
Assunto(s):Poesia   República   Filosofia antiga   Platão   Censura
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:filosofia antiga | mimesis | Platão | Poesia | República | Filosofia Antiga

Resumo

A presente pesquisa tem como objetivo investigar a censura de Platão à poesia os Livros II e III da República. A República é um diálogo em que Platão procura responder: o que é a justiça? Nestes dois Livros Platão, em busca da natureza da justiça, passa a analisar a educação que então vigorava na época e conclui que ela não era adequada à formação dos Guardiões. Passando em revista o conteúdo e a forma das fábulas e mitos empregados na educação das crianças, Platão define regras às quais eles deveriam se submeter para que desempenhassem corretamente sua função moralizante. A discussão, neste ponto, tem um caráter moral e teológico, já que Platão procura reformular uma das mais tradicionais expressões da Grécia Clássica. Esta é uma pesquisa que dará continuidade à pesquisa desenvolvida no ano passado intitulada "O Problema da Poesia no Livro X da República de Platão", completando assim um estudo da investigação platônica sobre a poesia na República. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)