Busca avançada
Ano de início
Entree

POLO-LIKE quinases em meduloblastoma: avaliação da expressão dos genes PLKs e efeitos in vitro da inibição farmacológica da PLK1

Processo: 11/01026-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Luiz Gonzaga Tone
Beneficiário:Julia Alejandra Pezuk
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Meduloblastoma   Inibição   MicroRNAs   Oncologia pediátrica   Ciclo celular

Resumo

O meduloblastoma (MB) é o tumor sólido mais frequente em crianças e, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é classificado como um tumor do sistema nervoso central de grau IV. Atualmente, o tratamento para este tipo de neoplasia consiste em cirurgia, quimioterapia e, dependendo da idade do paciente, radioterapia. Apesar da sobrevida ser alta (mais de 50%) o tratamento utilizado pode acarretar efeitos adversos a médio e longo prazo. Portanto, estudos que permitam detectar novos alvos terapêuticos são fundamentais para melhorar o tratamento em pacientes menores de três anos e para diminuir os efeitos adversos causados pelo tratamento desta doença. As Polo-Like quinases (PLKs) compõem uma família de cinco membros de quinases serina/treonina: PLK1, PLK2, PLK3, PLK4 e PLK5, que desempenham papéis fundamentais no controle do ciclo celular. Vários estudos demonstraram que o gene PLK1 está hiperexpresso em diferentes tipos de neoplasias, sendo correlacionado com o prognóstico e o grau de malignidade. Ainda não há relatos na literatura sobre alterações na expressão do PLK2, PLK4 e PLK5, no entanto o PLK3 tem sido relatado como hipoexpresso em alguns tipos de neoplasias. No presente trabalho será avaliada a expressão dos genes da família PLK em linhagens e em amostras de pacientes de MB, e concomitantemente serão analisados os efeitos da inibição dos mesmos com o BI 2536, BI 6727, GSK461364 e GW843682X em linhagens celulares. Além disso, será avaliada e correlacionada à expressão dos miRNAs 100, 593* 126 e 219-5p já relacionados aos genes da família PLK nessa doença.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMOS, PRISCILA M. M.; PEZUK, JULIA A.; CASTRO-GAMERO, ANGEL M.; OLIVEIRA, HARLEY F.; SCRIDELI, CARLOS A.; UMEZAWA, KAZUO; TONE, LUIZ G. Antineoplastic Effects of NF-kappa B Inhibition by DHMEQ (Dehydroxymethylepoxyquinomicin) Alone and in Co-treatment with Radio-and Chemotherapy in Medulloblastoma Cell Lines. ANTI-CANCER AGENTS IN MEDICINAL CHEMISTRY, v. 18, n. 4, p. 541-549, 2018. Citações Web of Science: 1.
PEZUK, JULIA ALEJANDRA; BRASSESCO, MARIA SOL; DE OLIVEIRA, RICARDO SANTOS; MACHADO, HELIO RUBENS; NEDER, LUCIANO; SCRIDELI, CARLOS ALBERTO; TONE, LUIZ GONZAGA. PLK1-associated microRNAs are correlated with pediatric medulloblastoma prognosis. CHILD'S NERVOUS SYSTEM, v. 33, n. 4, p. 609-615, APR 2017. Citações Web of Science: 6.
PEZUK, JULIA ALEJANDRA; BRASSESCO, MARIA SOL; MANZINI RAMOS, PRISCILA MARIA; SCRIDELI, CARLOS ALBERTO; TONE, LUIZ GONZAGA. Polo-Like Kinase 1 Pharmacological Inhibition as Monotherapy or in Combination: Comparative Effects of Polo-Like Kinase 1 Inhibition in Medulloblastoma Cells. ANTI-CANCER AGENTS IN MEDICINAL CHEMISTRY, v. 17, n. 9, p. 1278-1291, 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.