Busca avançada
Ano de início
Entree

Pulsos de água doce na transição do Último Máximo Glacial: impactos na estrutura física e dinâmica do Oceano Austral

Processo: 11/02047-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Física
Pesquisador responsável:Ilana Elazari Klein Coaracy Wainer
Beneficiário:Juliana Marini Marson
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/20977-9 - A evolução da água de fundo Antártica desde o último máximo glacial usando a análise OMP, BE.EP.DR

Resumo

Diversos registros paleoclimáticos da transição do Último Máximo Glacial (UMG) apontam para um período de aquecimento abrupto conhecido como Bølling-Allerød (BA), datado de aproximadamente 14 000 anos atrás. Acredita-se que este aumento de temperatura tenha sido disparado por um pulso de água doce (PAD), o meltwater pulse 1-A, cuja origem pode ter sido no continente Antártico. Em decorrência deste pulso, foram registradas tanto altas temperaturas quanto um aumento significativo no nível do mar bem como alterações na circulação oceânica global. No entanto, há ainda uma lacuna no conhecimento acerca das alterações provocadas por um PAD na circulação regional do Oceano Austral, importante local de formação de massas d'águas densas que desempenham um papel fundamental no clima global. Desta forma, este trabalho pretende esclarecer alguns dos impactos físicos e dinâmicos de um PAD no entorno do continente Antártico, realizando um estudo de caso com um pulso ocorrido na transição UMG através de um modelo de circulação regional, o ROMS. Compreendendo o que pode ter acontecido no passado, podemos ter um vislumbre do que será possível observar caso o manto de gelo oeste da Antártica continue a se desintegrar nas taxas observadas atualmente.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARSON, JULIANA M.; MYSAK, LAWRENCE A.; MATA, MAURICIO M.; WAINER, ILANA. Evolution of the deep Atlantic water masses since the last glacial maximum based on a transient run of NCAR-CCSM3. Climate Dynamics, v. 47, n. 3-4, p. 865-877, AUG 2016. Citações Web of Science: 0.
MARSON, J. M.; WAINER, I.; MATA, M. M.; LIU, Z. The impacts of deglacial meltwater forcing on the South Atlantic Ocean deep circulation since the Last Glacial Maximum. Climate of the Past, v. 10, n. 5, p. 1723-1734, 2014. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARSON, Juliana Marini. Impactos da água de degelo na circulação oceânica desde o Último Máximo Glacial. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto Oceanográfico São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.