Busca avançada
Ano de início
Entree

A pesquisa inovadora da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Processo: 02/02206-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Jornalismo Científico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2002
Vigência (Término): 31 de agosto de 2003
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Jornalismo e Editoração
Pesquisador responsável:Jorge Pimentel Cintra
Beneficiário:Carmen Akemi Kawano
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade de São Paulo (USP). Escola Politécnica (EP), Brasil  
Assunto(s):Jornalismo científico   Divulgação científica   Bioengenharia   Engenharia naval e oceânica   Sensores

Resumo

No momento em que vivemos, a divulgação científica deve desempenhar um papel fundamental para a interação dos vários atores do desenvolvimento nacional. Percebemos o distanciamento da nossa população das questões científica e tecnológica, em parte porque os resultados da produção nessas áreas dificilmente chegam a fazer parte do nosso cotidiano. Por outro lado, e até em conseqüência desse fato, os cidadãos pouco se interessam pelas atividades de pesquisa inventiva ou inovadora, que se desenvolvem basicamente nas instituições públicas. A realidade é a baixa geração de riquezas derivada do desenvolvimento científico e a pouca expressividade e importância da comunidade científica para a população. Este projeto pretende contribuir para a redução dessa distância entre cientistas e sociedade, no esforço de informar e contribuir para formar opiniões sobre as atividades de pesquisa nacionais e na tentativa de criar interesse nos cidadãos para se aproximarem desse conhecimento, ressaltando a importância da pesquisa científica e tecnológica para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. A importância da inovação para países em desenvolvimento foi decisiva para a escolha da área de engenharia como alvo dessa divulgação. Por sua importância e contribuição à engenharia no país, optamos pela Escola Politécnica da USP e três pesquisas desta instituição foram selecionados para serem temas das monografias. (AU)