Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da tipologia e caracterização geológico-tecnológica de depósitos de argilas plásticas e o desenvolvimento de massas para cerâmica branca

Processo: 05/02567-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2005
Vigência (Término): 31 de outubro de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:José Francisco Marciano Motta
Beneficiário:Ana Cristina Alexandre Cruz
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Tecnológicas S/A (IPT). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/13762-4 - Estudo da tipologia e caracterização geológico-tecnológica de depósitos de argilas plásticas e o desenvolvimento de massas para cerâmica branca, AP.R
Assunto(s):Cerâmica (materiais cerâmicos)   Argilas

Resumo

O Projeto em andamento "Estudo da tipologia e caracterização geológico-tecnológica de depósitos de argilas plásticas e o desenvolvimento de massas para cerâmica branca" (Processo Fapesp 03/13.762-4), objetiva a pesquisa e desenvolvimento das argilas plásticas desde o seu comportamento in loco até a formulação de massas cerâmicas, envolvendo, assim, a economia mineral, exploração mineral e caracterização tipológica de depósitos de depósitos, caracterização de campo e amostragem, estudos de caracterização mineralógica e química básica, ensaios laboratoriais expeditos e detalhados, formulação de massa e perspectivas de aplicação industrial. A candidata Ana Cristina Alexandre Cruz deverá desenvolver atividades no projeto em pauta, envolvendo parcialmente o apoio na fase inicial do mesmo, com a coleta e catalogação bibliográfica, realizando, de forma introdutória e supervisionada, o manuseio de ferramentas e a pesquisa bibliográfica. A candidata deverá desenvolver também, de forma parcial, algumas atividades de seleção de materiais e trabalhos de campo. Contudo, a concentração dos trabalhos será em torno da preparação de amostras e ensaios cerâmicos em laboratório. Além do apoio e contribuição no estabelecimento e implantação da metodologia de trabalho, nas suas distintas especialidades, e contribuindo na geração dos dados da pesquisa, a ambos os técnicos será solicitada especial atenção na avaliação e compreensão dos resultados, ou seja, serão instigados a tratar e interpretar os dados obtidos. O projeto foi outorgado em meados de dezembro de 2004, sendo que os trabalhos efetivamente se iniciaram em janeiro de 2005, sendo que o mesmo já se encontra em andamento, tendo sido efetuado uma parte considerável dos trabalhos iniciais, destacando levantamentos bibliográficos; levantamento parcial dos mercados produtor e consumidor de argilas plásticas (incluindo outros minerais cerâmicos); sistematização do arcabouço geológico e dos depósitos de argilas plásticas no Brasil; e até mesmo a seleção e visita de alguns depósitos de argila em São Paulo e Rio Grande do Sul, com amostragem; e realização de ensaios e estabelecimento de alguns métodos de ensaios. Os trabalhos de campo e laboratório vêm sendo desenvolvidos com equipe própria do IPT, através de funcionários permanentes, estagiários remunerados; estagiários não-remunerados e colaboradores. Contudo, embora a equipe tenha sido bem dimensionada até o momento, a entrada em fase de maior adensamento dos trabalhos nos próximos meses, tais como a intensificação das visitas de campo; tratamento dos dados de campo e montagem de banco de dados; geração de muitas amostras; preparação de amostras; ensaios e análises laboratoriais intensificados; bem como tratamento de dados; julga-se de grande importância, como já previsto na proposta inicial, da ampliação de colaboradores. Desta forma, são solicitados dois bolsistas para Treinamento Técnico Nível II, sendo que na presente solicitação trata-se da Técnica em Cerâmica Ana Cristina Alexandre Cruz. Os trabalhos a ser realizados pela bolsista deverão abranger, mais especificamente, os seguintes assuntos: • Preparação de amostras para caracterização mineralógica, física, química e cerâmica; • Preparação de corpos-de-prova; • Realização de ensaio de defloculação; • Realização de ensaios físicos-cerâmicos: resistência mecânica, contração linear de secagem e queima, determinação de porosidade aparente e absorção d’água; • Ensaios de colagem em gesso: velocidade de deposição, características do corpo; • Ensaios granulométricos e aditivação com matéria-orgânica; • Ensaios e experimentos de maturação; • Formulação de massas experimentais; • Ensaios cerâmicos para grês porcelânico; e • Tratamento dos dados laboratoriais. Todas as atividades da bolsista serão supervisionadas pelo coordenador do projeto e da equipe de pesquisadores do Laboratório de Tecnologia Cerâmica do IPT.