Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do sistema de reprodução e fluxo de pólen dentro de populações fragmentadas de Myracrodruon urundeuva (F.F. & M.F. Allemão) para fins de conservação genética, marcação de árvores-matrizes e coleta de sementes para recuperação ambiental

Processo: 08/01203-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Conservação da Natureza
Pesquisador responsável:Miguel Luiz Menezes Freitas
Beneficiário:Patrícia Ferreira Alves
Instituição-sede: Instituto Florestal. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/53357-0 - Análise do sistema de reprodução e fluxo de pólen dentro de populações fragmentadas de Myracrodruon urundeuva (F.F. & M.F. Allemão) para fins de conservação genética, marcação de árvores matrizes e coleta de sementes, AP.R
Assunto(s):Biologia molecular vegetal   Genética de populações vegetais

Resumo

Muito pouco se conhece sobre o sistema de reprodução, distância de fluxo de pólen, distribuição espacial de genótipos e a dinâmica da endogamia entre gerações em populações naturais de espécies arbóreas tropicais. Tais informações são de fundamental importância para a conservação de populações in situ, amostragem de germoplasma para a conservação ex situ e para a marcação de árvores matrizes e coleta de sementes para a recuperação ambiental. Estes são os objetivos deste projeto, ou seja, estudar o sistema de reprodução, a distância de fluxo de pólen, a distribuição espacial de genótipos e a dinâmica da endogamia entre gerações, em populações naturais da espécie arbórea Myracrodruon urundeuva de ocorrência na floresta estacional semidecídua do Norte do estado de São Paulo, usando locos microssatélites. Para isto serão implantadas parcelas quadradas variando de 4 a 50 ha, em função da densidade populacional das espécies, onde serão amostradas e mapeadas todas as árvores adultas e aproximadamente 80 plântulas e serão coletadas sementes de 30 árvores matrizes distribuídas aleatoriamente na parcela de cada espécie. Serão coletadas 30 sementes por árvore matriz. Isto permitirá determinar a correlação de paternidade entre e dentro de frutos. Para as análises genéticas serão usados entre quatro e oito locos microssatélites desenvolvidos para essa espécie. As análises do sistema de reprodução serão realizadas com base no modelo misto de reprodução, modelo de cruzamentos correlacionados, utilizando análise de paternidade e TWOGENER análises. Os modelos mistos e de cruzamento correlacionados forneceram as estimativas da taxa de cruzamento, autofecundação, cruzamentos biparentais e variações na taxa de cruzamento entre plantas; a análise de paternidade para as sementes permitirá determinar a distância e o padrão do fluxo de pólen dentro da parcela, bem como a proporção de sementes que não tiveram o pai determinado dentro da parcela, o que será usado como taxa de fluxo gênico externo. Da mesma forma a análise de paternidade da amostra de plântulas dará um indicativo da distância de fluxo de sementes (diplóide) dentro das parcelas. A análise TWOGENER será usada para estudar a heterogeneidade do conjunto de pólen da vizinhança reprodutiva de cada árvores matriz, número médio de indivíduos constituindo a vizinhança reprodutiva, o tamanho da área reprodutiva e a distância de dispersão média de pólen. A análise da distribuição espacial dos genótipos será realizada para árvores adultas e plântulas pela estimativa do coeficiente de coancestria entre pares de indivíduos dentro de diferentes classes de distância entre coespecíficos. Esta análise também permitirá estimar o tamanho efetivo de variância das populações. Os níveis de diversidade genética serão quantificados pelos parâmetros padrões, número de alelos médio e médio efetivo por locos e heterozigosidades e a dinâmica da endogamia entre gerações, será avaliada comparando os índices de fixação em nível de loco e média entre locos de cada fase ontogênica (sementes, plântulas e adultos). O tamanho amostral final para a espécie será de aproximadamente 1200 plantas. Estes resultados permitirão entender parte importante do processo de reprodução e formação da estrutura genética espacial e vizinhanças genéticas reprodutivas em populações naturais localizadas em fragmentos florestais o dará o indicativo de seu potencial para a conservação in situ, coleta de sementes para formação de bancos de germoplasma, marcação de árvores matrizes e para coleta de sementes em árvores matrizes para a recuperação ambiental. (AU)