Busca avançada
Ano de início
Entree

Cultura de células embrionárias de carrapatos (acari: ixodidae, argasidae) para isolamento e cultivo de patógenos

Processo: 08/01639-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Darci Moraes Barros-Battesti
Beneficiário:Janio dos Santos Sampaio
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/57749-2 - Cultura de celulas embrionarias de carrapatos (acari: ixodidae, argasidae) para isolamento e cultivo de patogenos., AP.R
Assunto(s):Carrapatos   Patógenos

Resumo

Através de um estudo piloto desenvolvido no Laboratório de Parasitologia do Instituto Butantan, tem-se observado que existe a possibilidade de padronizar células de linhagem de carrapatos a partir de ovos embrionados. Algumas doenças são emergentes no país, como Doença de Lyme, cujo agente etiológico ainda é desconhecido. Da mesma forma, há casos suspeitos de erlichioses sem a caracterização do microrganismo. Considerando que essas doenças são causadas por patógenos transmitidos por algumas espécies de carrapatos no país, incluindo aquelas envolvidas nas riquetsioses, e a dificuldade de cultivo desses bioagentes, o presente estudo tem por finalidade obter culturas primárias e, se possível, estabelecer células de linhagem por meio do cultivo in vitro de células embrionárias de algumas espécies de carrapatos mantidas em colônias no laboratório, visando obtenção de patógenos para diagnóstico e isolamento de antígenos. Embora culturas primárias possam viabilizar cultivos de microrganismos, elas dependem de muitos animais de laboratório para alimentação dos carrapatos e produção de ovos. Uma vez estabelecida, a linhagem celular poderá representar baixo custo, rapidez de resultados e redução no uso de animais de laboratório. Para o desenvolvimento do presente estudo, diferentes meios de cultura, temperaturas, tipos e concentrações de suplementos serão testados, e por meio de contagem celular, serão selecionados aqueles que apresentarem maior crescimento. Os nutrientes e produção de metabólitos serão verificados por meio de analisador enzimático e a viabilidade celular será acompanhada através de contagem de células de amostras paralelas. A identidade celular será confirmada por Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR), utilizando o fragmento 16S rRNA mitocondrial, e quando a monocamada estiver confluente, o cultivo será criopreservado, sendo posteriormente testado como substrato para cultivo de microrganismos.