Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da fragmentação florestal no funcionamento das populações de figueiras e no mutualismo Ficus-vespas de figo

Processo: 08/02135-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Rodrigo Augusto Santinelo Pereira
Beneficiário:Luciano Palmieri Rocha
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/10299-4 - Efeitos da fragmentação florestal no funcionamento das populações de figueiras e no mutualismo ficus-vespas de figo, AP.BTA.JP
Assunto(s):Moraceae   Interação planta-inseto   Ficus

Resumo

O Presente projeto tem como objetivo compreender o funcionamento e avaliar a sensibilidade das populações de Ficus à fragmentação das Florestas Estacionais Semideciduais do Estado de São Paulo, investigando as seguintes questões: (1) A diversidade, equabilidade e riqueza de espécies das comunidades de vespas associadas às espécies de Ficus variam de acordo com o nível de fragmentação da paisagem? (2) Existe limitação de pólen em paisagens mais fragmentadas? (3) O nível de parasitismo por vespas não-polinizadoras é maior em paisagens mais fragmentadas? Para tal, amostras de figos em fase próxima à emergência das vespas serão coletadas em plantas das espécies de Ficus encontradas em remanescentes florestais inseridos em paisagens com diferentes níveis de fragmentação. Os figos serão individualizados em frascos plásticos para a emergência dos insetos. Exsicatas das plantas amostradas serão preparadas e depositadas em herbário como material testemunha. As sementes, as vespas polinizadoras (vetores de pólen) e as vespas não-polinizadoras (parasitas do mutualismo) produzidas por figo serão quantificadas para avaliar a relação destes componentes reprodutivos com o tamanho e nível de degradação dos fragmentos florestais estudados.