Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalência das parasitoses intestinais humanas e de cães e significado zoonótico das infecções por Giardia no Estado de São Paulo

Processo: 08/08922-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Semíramis Guimarães Ferraz Viana
Beneficiário:Érica Boarato David
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/56151-3 - Prevalência das parasitoses intestinais humanas e de cães e significado zoonótico das infecções por Giardia e Cryptosporidium no Estado de São Paulo, AP.R
Assunto(s):Crianças   Genótipo   Epidemiologia   Giardia   Cães

Resumo

Neste projeto pretende-se investigar a prevalência de parasitas intestinais em crianças e funcionários de uma creche com o intuito de identificar os parasitas presentes nessa população e caracterizar genotipicamente os isolados de Giardia duodenalis obtidos dos indivíduos desse grupo. A investigação será desenvolvida na creche do município de Pratânia, Estado de São Paulo que, atende a 150 crianças com idade entre zero e seis anos e conta com uma equipe de 18 colaboradores. A prevalência de parasitas entéricos em crianças e funcionários será feita por meio de exames coproparasitológicos de sedimentação e de flutuação. O DNA extraído das amostras positivas para Giardia será amplificado utilizando técnicas baseadas em PCR para amplificação das seqüências correspondentes aos genes gdh (glutamato desidrogenase) e tpi (triose-fosfato-isomerase). Os fragmentos amplificados serão seqüenciados para caracterização genotípica dos isolados a fim de se verificar a freqüência dos diferentes genótipos e a existência de associações entre os genótipos de Giardia obtidos de crianças e a presença de diarréia e desenvolvimento físico deficitário. As crianças que apresentarem exames coproparasitológicos positivos serão tratados e, simultaneamente, serão implantadas atividades de educação sanitária com o objetivo de reduzir a prevalência das parasitoses intestinais.