Busca avançada
Ano de início
Entree

Caminhos da integralidade: levantamento e análise de tecnologias de cuidado integral à saúde em serviços de atenção primária em região metropolitana

Processo: 08/08696-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2008
Vigência (Término): 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Medicina Preventiva
Pesquisador responsável:José Ricardo de Carvalho Mesquita Ayres
Beneficiário:Denise Zakabi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/51688-9 - Caminhos da integralidade: levantamento e análise de tecnologias de cuidado integral a saúde em serviços de atenção primária em região metropolitana, AP.PP
Assunto(s):Saúde da família   Centros de saúde   Atenção primária à saúde   Tecnologia

Resumo

A atenção primária tem sido privilegiada na formulação de políticas de saúde de diversos países do mundo, inclusive o Brasil. Seu efeito racionalizador e organizador sobre o sistema de atenção à saúde e seu impacto positivo em indicadores de morbi-mortalidade, especialmente em populações socialmente excluídas, têm encorajado este investimento. Partindo da tese de que o traço mais característico da atenção primária como tecnologia de atenção à saúde - e fundamento de seus efeitos positivos - é o desenvolvimento do cuidado integral à saúde, o presente projeto tem por objetivo estudar como o princípio da integralidade está sendo operado em unidades básicas de saúde do Município de São Paulo, bairro do Butantã, no contexto das recentes reformas sofridas pelo setor, em particular a municipalização da atenção à saúde e a implantação da estratégia de saúde da família. Trata-se de um estudo aplicado, de caráter qualitativo, baseado em metodologias combinadas - observação direta e entrevistas. A pesquisa está sendo desenvolvida nas 14 unidades básicas da Secretaria Municipal de Saúde/Supervisão Técnica de Saúde Butantã (instituição parceira no projeto), buscando identificar, analisar, sistematizar/aperfeiçoar e disseminar práticas bem sucedidas em relação à realização da integralidade do cuidado. Espera-se, nesse sentido, trazer subsídios ao desenvolvimento de políticas para a atenção primária no que se refere a: adensamento conceitual da integralidade como princípio norteador da organização da atenção à saúde; construção de indicadores de integralidade para planejamento, monitoramento e avaliação de ações de atenção primária; mapeamento e otimização de inovações tecnológicas em atenção primária; elaboração de recomendações técnicas para a operacionalização de práticas de cuidado integral; produção de material de apoio (escrito e áudio-visual) para educação permanente e supervisão; formação e favorecimento de redes intra e entre serviços da região para suporte mútuo no desenvolvimento de ações de cuidado integral à saúde.