Busca avançada
Ano de início
Entree

Os Sistemas de Espaços Livres e a Constituição da Esfera Pública Contemporânea no Brasil

Processo: 08/09279-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Paisagismo
Pesquisador responsável:Silvio Soares Macedo
Beneficiário:Daniela Moreira Valente
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/56623-2 - Os sistemas de espaços livres e a constituição da esfera pública contemporânea no Brasil, AP.TEM
Assunto(s):Parques   Esfera pública   Praças   Espaços livres

Resumo

A pesquisa "Os Sistemas de Espaços Livres e a Constituição da Esfera Pública Contemporânea no Brasil" procura revisar a conceituação dos espaços livres de edificação e seu papel na estruturação dos sistemas de espaços livres urbanos brasileiros, investigando o papel das instituições envolvidas na sua produção e gestão e as relações de interdependência e complementaridade entre as esferas públicas e privadas.A criação de uma equipe de trabalho voltada para o conhecimento e análise aprofundada da Legislação Urbanística atual é fruto da demanda pelo entendimento da construção das distintas paisagens urbanas nacionais, em suas particularidades e similaridades, analisando o papel dos agentes locais produtores do espaço livre.OBJETIVOSAs atividades previstas para o bolsista têm como finalidade:1.Aprofundamento do entendimento das questões que envolvem a produção, construção e gestão dos Espaços Livres urbanos, tanto na esfera pública como privada, colaborando para o conhecimento de conceitos e posturas referentes à área da Arquitetura Paisagística.2.Aperfeiçoamento do profissional em arquitetura e urbanismo, com ênfase no processo de produção dos espaços livres da cidade brasileira contemporânea, através da coordenação das atividades de produção do material de referência para análise, interpretação e discussão acerca dos Sistemas de Espaços Livres no Brasil, possibilitando a atuação na revisão dos parâmetros norteadores desse tema em âmbito nacional.ATRIBUIÇÕESO escopo de trabalho desta equipe no primeiro ano será o Município de São Paulo, a partir de sua organização em 31 Sub-prefeituras, onde serão realizados levantamento de campo para a elaboração de mapas de referência dos tecidos urbanos, que apresentarão os padrões de uso e ocupação e os espaços livres e privados.Para a segunda fase, estão previstas atividades semelhantes para os municípios que apresentam continuidade espacial com o tecido urbano da capital paulistana, dentro da RMSP, e para a cidade do Rio de Janeiro.Será realizada a interpretação e análise da legislação, bem como o contato com instituições, para os locais estudados, possibilitando complementação de informações para a base produzida e para o banco de dados do laboratório.O treinamento dos bolsistas TT-1 é atividade prevista para o começo de cada ano, de forma a permitir o aperfeiçoamento dos participantes da equipe e a constante agilidade no processo de produção das bases da pesquisa.Estão previstos também a coordenação de visitas a campo, preparação de workshops, palestras e seminários, e o apoio às outras duas equipes.METODOLOGIA:ATIVIDADES ESPECÍFICAS1. Organização de oficinas de trabalho (workshops) em escala nacional, articulando os responsáveis de todas as cidades participantes, de modo a definir padrões de levantamento, cadastramento e análise do material obtido;2. Realização de levantamento de campo dos espaços livres públicos nas cidades integrantes da pesquisa e cadastramento e análise destas áreas;3. Produção de mapas de referência dos tecidos urbanos das cidades de São Paulo, Caieiras, Osasco, Taboão da Serra, Mauá Embu, Itapecerica da Serra, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Itaquaquecetuba e Rio de Janeiro.4. Estabelecimento de contatos com órgãos públicos para obtenção de dados e agendamento de atividades conjuntas a serem desenvolvidas com parceiros locais;5. Participação na definição de parâmetros gráficos de apresentação dos trabalhos;6. Ampliação e complementação do acervo iconográfico do Banco de Dados da Pesquisa Quadro do Paisagismo Brasileiro / Projeto QUAPÁ, atualizando-o e fornecendo insumos para a elaboração dos mapas de referência dos tecidos urbanos das cidades envolvidas na Pesquisa SEL.7. Dar treinamento aos pesquisadores nível 1 nas ferramentas de preparação, tratamento e edição de imagens (CorelDraw, AutoCad, GIS,