Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da viabilidade da utilização da terapia fotodinâmica no controle da estomatite protética

Processo: 08/10910-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Ana Cláudia Pavarina
Beneficiário:Ana Patrícia Fernandes de Macêdo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/03226-3 - Estudo da viabilidade da utilização da terapia fotodinâmica no controle da estomatite protética, AP.R
Assunto(s):Terapia fotodinâmica   Próteses e implantes   Candida   Fármacos fotossensibilizantes   Estomatite protética

Resumo

O objetivo desse estudo tem sido avaliar in vitro e in vivo a efetividade da Terapia Fotodinâmica na inativação de Candida spp. e como tratamento da estomatite protética. No experimento in vitro, suspensões de C. albicans e C. glabrata resistentes a fluconazol serão submetidas à Terapia Fotodinâmica utilizando a porfirina como agente fotosensibilizador nas concentrações de 1, 2, 3, 4 e 6 mg/L e dois aparelhos LED de 50 mW/cm2 (vermelho de 630 nm e azul de 460 nm). Para a irradiação, serão avaliadas doses de 3, 9, 18, 36 e 100 J/cm2. A sobrevivência dos fungos será verificada em placas de Agar Sabouraud. Nos experimentos in vivo, ratos sialoadenectomizados receberão inoculação de C. albicans durante 3 dias. A língua dos animais será, então, submetida à Terapia Fotodinâmica utilizando o mesmo agente fotossensibilizante (10, 25 e 50 mg/L) e fontes de luz de mesma potência e comprimento de onda de 460 e 630 nm, nas doses de 25,5, 18 e 10,5 J/cm2. Após a irradiação, será realizada a recuperação de C. albicans da língua dos animais. Os ratos serão sacrificados, e cortes histológicos da língua serão observados em microscópio. Além disso, pacientes portadores de estomatite protética serão submetidos a um dos seguintes tratamentos: Terapia Antifúngica (controle), utilizando nistatina tópica quatro vezes ao dia durante 15 dias; Terapia Fotodinâmica 1, utilizando a porfirina 50 mg/L associada ao LED azul de 460 nm na cavidade bucal (25,5 J/cm2) e na prótese (37,5 J/cm2), durante três vezes por semana por um período de 15 dias; e Terapia Fotodinâmica 2, em que será utilizado o mesmo tratamento do grupo anterior, porém na cavidade bucal será utilizado um aparelho LED vermelho (630 nm). Os pacientes serão acompanhados por 90 dias, e durante esse período serão realizadas coletas de biofilme das superfícies internas das próteses totais superiores e da mucosa palatina. As colônias serão contadas, e as espécies de Candida serão identificadas.