Busca avançada
Ano de início
Entree

Educação Permanente em Saúde na re-construção das ações de cuidado coletivo do enfermeiro na atenção básica em saúde

Processo: 09/01006-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Pesquisador responsável:Cinira Magali Fortuna
Beneficiário:Poliana Silva de Oliveira
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/00921-0 - Educação permanente em saúde na re-construção das ações de cuidado coletivo do enfermeiro na atenção básica em saúde, AP.R
Assunto(s):Enfermagem em saúde comunitária   Atenção primária à saúde   Educação em saúde

Resumo

Resumo: O projeto de pesquisa como um todo objetiva interpretar, através de um processo de análises em grupo e educação permanente, a produção das ações coletivas de cuidados em saúde na atenção básica, enfatizando a participação dos enfermeiros. Um de seus objetivos específicos é identificar e analisar práticas dos enfermeiros e as concepções teóricas que as sustentam no que diz respeito às ações de cuidado coletivo. As ações de cuidado coletivo em saúde são esperadas para a atenção primária na perspectiva de produzir impactos na qualidade de vida das pessoas seguidas no território de abrangência de uma Unidade de Saúde. Atualmente a estratégia Saúde da Família (ESF) é adotada pelo Ministério da Saúde para reorientação da atenção primária no país. Esta compõe-se de uma equipe mínima da qual o enfermeiro faz parte. Ele possui ações específicas e outras em conjunto com os demais trabalhadores que devem articular a prevenção, a promoção e a reabilitação em todas as fases do viver e tendo como foco a família inserida num dado território/contexto. O preparo para realizar tais ações e a reflexão sobre as mesmas, são ferramentas importantes para qualificar a atenção primária que deve ser responsável por resolver 60 a 80% dos problemas de saúde de uma população. A pesquisa é do tipo intervenção. A abordagem metodológica é qualitativa. O material empírico de toda a pesquisa se constituirá dos registros das atividades realizadas, entrevista semi-estruturada e grupos operativos. Os dados serão analisados através da análise de discurso da escola francesa e à luz do referencial da análise institucional, dos grupos operativos e Educação Permanente em Saúde e do Processo de Trabalho em Saúde.