Busca avançada
Ano de início
Entree

Eletroforese bidimensional como uma ferramenta fundamental em análise proteômica.

Processo: 09/10392-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Emanuel Carrilho
Beneficiário:Jenifer Ferrezini
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/04050-4 - Eletroforese bidimensional como uma ferramenta fundamental em análise proteômica., AP.R
Assunto(s):Metabolismo   Proteômica   Eletroforese em gel bidimensional   Métodos bioanalíticos

Resumo

O conhecimento do genoma de um organismo não fornece informações completas sobre as proteínas que ele expressa, pois, através do fenômeno de splicing, proteínas diferentes podem ser produzidas pela alteração do comando de um mesmo gene. Desse modo, o mRNA e o cDNA passaram a ser o principal foco de estudo para a obtenção de informações sobre a expressão protéica, sendo este denominado transcriptoma. Posteriormente, com a descoberta das modificações pós-traducionais em organismos eucariotos, surgiu a necessidade de desenvolver técnicas de análise de proteínas para complementar as informações obtidas a partir da genômica e da transcriptômica. Nesse contexto, surge a análise proteômica como um conjunto de técnicas com alto poder de separação e identificação de proteínas em amostras biológicas. Como a expressão de proteínas num organismo é dinâmica, ou seja, varia de acordo com as condições ambientais nas quais ele está submetido, o estudo do seu proteoma permite a comparação dos níveis de expressão em ambientes differentes. Assim, a análise proteômica se estabeleceu como um poderoso conjunto de técnicas que permitem:; a busca de biomarcadores para se ter diagnósticos mais rápidos e eficientes para muitas doenças com o desenvolvimento de novas drogas; o entendimento do mecanismo biológico de rotas metabólicas; e acompanhar a resposta biológica que um doente dá quando em tratamento. A importância e a utilidade da análise proteômica para resolução de problemas biológicos complexos fazem com que o estudo e o aperfeiçoamento das técnicas envolvidas seja muito relevante para o desenvolvimento de novos conhecimentos bioquímicos. A eletroforese em gel bidimensional (2DE) juntamente com a espectrometria de massas são ferramentas indispensáveis para se iniciar um trabalho que envolva análise proteômica. Assim, este projeto objetiva a aquisição de material necessário para o desenvolvimento de vários trabalhos nessa área com a formação de recursos humanos (ainda excasos) para fortalecer o desenvolvimento desse novo ramo da química bioanalítica dentro do nosso Grupo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)