Busca avançada
Ano de início
Entree

Presença e sensibilidade aos antimicrobianos de microrganismos potencialmente superinfectantes na cavidade bucal de pacientes com anemia falciforme em uso de hidroxiuréia

Processo: 09/10351-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Cristiane Yumi Koga Ito
Beneficiário:Nathalia Akemi Yamaguti Sousa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/50028-3 - Presença e sensibilidade aos antimicrobianos de microorganismos potencialmente superinfectantes na cavidade bucal de pacientes com anemia falciforme em uso de hidroiureia, AP.R
Assunto(s):Anemia falciforme   Anti-infecciosos   Hidroxiureia   Odontologia   Microbiologia oral

Resumo

Considerando-se que portadores de anemia falciforme apresentam relatado aumento da suscetibilidade às infecções secundárias e que reservatórios bucais de microrganismos podem estar relacionados a estas e comprometer a vida de pacientes debilitados ou imunocomprometidos, a avaliação da microbiota bucal potencialmente patogênica nestes pacientes ganha relevância. O objetivo deste estudo será avaliar a presença, assim como a suscetibilidade aos antimicrobianos, de leveduras do gênero Candida, estafilococos, enterobactérias e Pseudomonas spp. na cavidade bucal de pacientes com anemia falciforme (com ou sem tratamento com hidroxiuréia) comparando os resultados com indivíduos controle. Desta forma, serão selecionados 30-40 pacientes, com idades entre 18 a 45 anos portadores de anemia falciforme, com diagnóstico confirmado por exames clínicos e laboratoriais, sob tratamento com hidroxiuréia (HU) por no mínimo 60 dias e não submetidos ao uso de HU (n=30-40). Participarão dos respectivos grupos controle indivíduos sistemicamente saudáveis com perfil semelhante (quanto à idade, sexo e condições bucais) ao dos grupos em estudo (n=30-40/gupo). Serão excluídos pacientes diabéticos, portadores de próteses bucais, aparelhos ortodônticos e que estejam sob terapia com medicamentos que podem interferir com as condições bucais. Serão realizados exame clínico, anamnese e coleta de enxágüe bucal de cada paciente. Este será semeado em meios de cultura específicos para cada microrganismo e, após incubação, serão obtidos valores de UFC/mL. A partir das amostras obtidas, serão realizadas provas de identificação a fim de caracterizar as espécies dos gêneros em estudo. Os dados de contagem de UFC serão comparados estatisticamente entre os grupos. A prevalência das espécies de microrganismos isolados será comparada entre os grupos anemia falciforme com HU, sem HU e controles. Testes de suscetibilidade a antifúngicos das cepas de leveduras e a antibióticos das cepas bacterianas obtidas serão realizados e os resultados comparados entre os grupos em estudo. (AU)