Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação instrumental do sistema estomatognático: análise de sua contribuição para o diagnóstico e para o acompanhamento de pacientes com DTM tratados por placa oclusal

Processo: 09/10598-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Marco Antonio Moreira Rodrigues da Silva
Beneficiário:André Luís Botelho
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/50597-5 - Avaliacao instrumental do sistema estomatognatico: analise de sua contribuicao para o diagnostico e para o acompanhamento de pacientes com dtm tratados por placa oclusal., AP.R
Assunto(s):Força de mordida   Músculo temporal   Eletromiografia   Músculo masseter   Disfunção temporomandibular

Resumo

O diagnóstico das desordens temporomandibulares toma como base as informações colhidas sobre a sintomatologia durante a anamnese, o exame clínico da oclusão e os exames radiológicos das articulações temporomandibulares. Na busca de melhor compreensão da fisiopatologia que afeta a musculatura do sistema estomatognático, a análise eletromiográfica tem sido incluída em muitos estudos, pois permite a identificação de quando e como um músculo é ativado e, ainda, a determinação de como se estabelece a coordenação dos músculos envolvidos no movimento. Outros estudos têm demonstrado ainda a utilidade de se mensurar a força de mordida de sujeitos com DTM, como um método adicional para se compreender a função dos músculos mastigatórios dos mesmos. O objetivo geral desse trabalho será analisar e comparar a atividade de pares de músculos por meio de eletromiografia, durante provas de apertamento dental e de mastigação, além de analisar o desempenho dos músculos mastigatórios pela mensuração da força de mordida, antes e após o tratamento com placa oclusal. A amostra será composta por 15 sujeitos com disfunção temporomandibular (DTM) e 15 sujeitos controle, sem sinais ou sintomas de DTM, segundo a classificação proposta pelo protocolo do Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders - RDC/ TMD. Os exames eletromiográficos e de força de mordida serão realizados no Laboratório de Pesquisa em Eletromiografia do Sistema Estomatognático (LAPESE). Espera-se com este estudo a melhor compreensão do diagnóstico das DTMs por meio da análise instrumental, conferindo um sentido biológico à eletromiografia de superfície e à avaliação da força de mordida, nos casos de DTM. (AU)