Busca avançada
Ano de início
Entree

Formulação de nematoides entomopatogênicos e fomento ao uso desses agentes para o controle biológico de pragas

Processo: 09/14446-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Fernando Martins Tavares
Beneficiário:Raphaela Dell'Acqua
Empresa:Bio Controle Métodos de Controle de Pragas Ltda
Vinculado ao auxílio:08/06364-6 - Formulação de nematóides entomopatogênicos e fomento ao uso desses agentes para o controle biológico de pragas, AP.PIPE
Assunto(s):Controle biológico   Manejo integrado de pragas

Resumo

Nematóides entomopatogênicos (NEPs) ocupam atualmente o segundo maior segmento do mercado de bioinseticidas nos países industrializados, sendo utilizados contra uma vasta gama de insetos que incluem além das pragas de solo, também insetos pragas da parte aérea que atravessam parte do seu ciclo no solo, e insetos que habitam ambientes crípticos. Na América Latina, não existe ainda nenhuma empresa voltada para produção massal "in vitro" de nematóides entomopatogênicos apesar do grande mercado existente nesta região do globo. O IB vem estudando nematóides entomopatogênicos procurando viabilizar o seu uso no Brasil e, juntamente com a empresa Bio Controle, desenvolveu uma metodologia de produção desses agentes usando o processo da esponja, o qual tem permitido viabilizar o seu fornecimento para testes de campo. Dentre os testes, os mais avançados já evidenciaram a eficácia e viabilidade no uso do Steinernema puertoricenses e Heterorhabditis indica para o controle, respectivamente, do bicudo-da-cana-de-açúcar, Sphenophorus levis, e da mosca dos fungos ("fungus gnat"), Bradysia sp., praga em viveiros de mudas. Entretanto, apesar dos avanços nos estudos com NEPs, algumas etapas no processo de produção de nematóides necessitam ser aperfeiçoadas para se conseguir viabilizar a produção industrial e, ao mesmo tempo, fomentar o uso comercial desses agentes Portanto, o presente projeto tem por objetivo: 1) Desenvolvimento de um método prático de extração de nematóides a partir da esponja que permita a sua colheita e posterior formulação; 2) Desenvolvimento de uma formulação de nematóide entomopatogênico que permita o armazenamento do organismo por pelo menos um mês em condições de prateleira; 3) Conferir a viabilidade de transporte e remessa pelo correio, além da preservação em prateleira, de nematóides formulados e acondicionados em sacos com filtro; 4) Iniciar a distribuição e comercialização de nematóides entomopatogênicos para uso no manejo integrado de pragas. Com os esses estudos, espera-se viabilizar a produção industrial e, ao mesmo tempo, fomentar o uso comercial desses agentes